Federação tenta rechaçar polêmica sobre cores da camisa da Espanha

0
167

Desde que a camisa da Espanha para a Copa 2018 foi lançada, houve um pequeno burburinho sobre a questão das cores usadas no uniforme. Segundo essas críticas, as cores da camisa estão mais perto das vistas na bandeira da Segunda República Espanhola (de 1931 a 39), que tem destaque para o roxo, ao invés do azul. [[imagem46022]]

Realmente, um olhar mais de longe traz uma impressão de que a cor roxa tem mais destaque que o azul, que é presente na atual bandeira da Espanha. Mesmo com essa polêmica baseada em impressões subjetivas, a federação espanhola de futebol e a Adidas resolveram se manifestar e escreveram uma nota oficial:

"O design da camisa resume a coragem e a fúria de nossa equipe, com gráficos de diamantes vermelhos, amarelos e azuis, que representam as melhores qualidades desta equipe: velocidade, energia e seu estilo de jogo bem conhecido. O desenvolvimento da camisa é um longo processo de colaboração entre a Adidas e Espanha, que se inicia até 18 meses antes do torneio. Ambas as entidades decidem sobre o modelo, o design e as cores que a equipe usará". [[imagem46023]]

Na época, esta mudança foi oficializada no artigo 1º da Constituição espanhola de 1931 que apontava: “ […] A bandeira da República Espanhola é vermelha amarela e púrpura. […] ”

Vale lembrar que a nova camisa titular da Espanha para a Copa de 2018 relembra o design do uniforme usado na Copa do Mundo de 1994 nos Estados Unidos. O design daquela camisa também trazia três listras de losangos em amarelo e azul no uniforme de cor vermelha, assim como é essa nova reinterpretação da Adidas.

Vale lembrar também que o assunto da identidade da Espanha vira e mexe ganha destaque, já que a região da Catalunha sempre quer trazer a tona sua independência da região espanhola, principalmente neste ano que houve uma tentativa mais aguda. O próprio time do Barcelona e os torcedores costumam mostrar seu apoio à independência da Catalunha.
[[imagem46024]]