Nike com Neymar x Adidas com Pogba. Como as duas acionaram seus craques em férias

0

Neymar e Pogba estão aproveitando suas férias cada um de sua maneira própria, mas isso não quer dizer que não tenham que reservar algumas de suas horas para honrar suas marcas esportivas patrocinadoras. Veja em nossa nova especial como Neymar, nos Estados Unidos, e Pogba, na China, foram aproveitados da melhor maneira por Nike e Adidas. [[imagem43130]]

Neymar foi a Los Angeles. Passeou com Bruna Marquezine (depois terminaram relacionamento pela terceira vez), participou de um desafio do programa Jimmy Kimmel Live (em fazer um gol chutando de um prédio no gol de outro edifício), trocou camisas com craques da NBA e NFL, jogou bola na rua e videogame, brincou de DJ, foi homenageado com um grafite gigantesco, entre várias outras atividades. Poderia ser o sonho de férias de qualquer um, e na verdade (com exceção da primeira) foram atividades profissionais.[[imagem43122]]

Pogba por sua vez brincou de todas as formas na Muralha da China, conheceu a Cidade Proibida, jogou um futebol indoor (onde os chineses provavelmente não viram nem a cor da bola), ganhou um ônibus personalizado, moldou letras chinesas em seu cabelo, foi estrela de um evento da marca alemã, entre outras tantas coisas. Essa também poderia ser uma viagem que qualquer pessoa no mundo gostaria de fazer.

E como Nike e Adidas se aproveitaram disso?

A Nike, claro, colocou Neymar em seu próprio território. O crescimento do futebol nos Estados Unidos não para, visto que a MLS conta com reforços cada vez mais fortes. O futebol é o esporte feminino mais popular entre as garotas norte-americanas. A presença do brasileiro Neymar nos Estados Unidos fortalece bastante a marca estadunidense; e, de uma forma explícita, esfrega no rosto dos rivais (principalmente uma de listras): olha quem a gente tem e olha onde ele está. Neymar vende qualquer coisa hoje em dia. Cada vez mais. Vale lembrar, no entanto, que CR7 ainda é o número 1. O português está jogando a Copa das Confederações.

A Adidas pensou num lado mais estratégico e com certeza ampliou sua presença na China. A Nike, por exemplo, colocou como seu plano de uma década crescer praticamente o dobro e, para isso, teria de ampliar bastante seus esforços na China. É o mercado, portanto, mais atrativo atualmente. Pensando nisso, a marca alemã colocou talvez o seu jogador mais importante atualmente. Messi ainda é o mais, claro, mas na atualidade vai ver o rival CR7 empatar com ele em cinco Bolas de Ouro da FIFA. Agora, Pogba é o cara da vez. O francês foi disputado ferreamente entre Nike e Adidas e escolheu a marca alemã. Foi a vez de a empresa das três listras poder esfregar na cara: olha quem eu tenho e olha onde ele está.

Pogba, assim como Neymar, tem um grande poder de carisma. O francês leva vantagem nos mais vitoriosos cortes de cabelo (o que foi esse último do Neymar!!!) e pela alegria, principalmente em suas comemorações de gol. Neymar, no entanto, impõe mais respeito com a bola nos pés. O duelo pode ser comparado eternamente. Tanto entre os jogadores, como entre as marcas. É um duelo saudável, que não tem perdedores e só vencedores, principalmente as marcas, que faturam e muito. E nem é um valor mensurável, como a venda de camisas de um clube. É um montante bastante indireto. E o principal é como isso fortalece institucionalmente uma marca. Não é a toa que estamos falando das duas maiores.

E você, leitor? Acha que as duas se aproveitaram bem das situações? Dê sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here