Bola de Ouro para Messi é primeira vitória da Adidas sobre a Nike em 2016

0

[[imagem34628]]

Mais acirrada a cada ano, a rivalidade entre Adidas e Nike começou melhor para a marca alemã em 2016. Com a conquista da Bola de Ouro 2015, a quinta de sua carreira, o argentino Lionel Messi ajudou sua patrocinadora a sair na frente da rival em um ano em que as duas empresas prometem bater de frente em muitos duelos importantes.

LOJA GUIA DO BOLEIRO: gb lança loja com camisetas exclusivas e temáticas

Nos últimos dois anos, foi a Nike quem fez a festa na premiação da Fifa com duas conquistas seguidas de seu principal astro, Cristiano Ronaldo. Este ano, a marca americana também contava, entre os três finalistas, com o estreante Neymar. Mas, no fim das contas, quem riu por último foi mesmo a Adidas, com Messi reconquistando o topo do futebol mundial após duas temporadas.

[[imagem34629]]

Agora, é a hora de colher os frutos. Se no ano passado a Nike soube aproveitar o bom momento de CR7 lançando a chuteira comemorativa Mercurial Superfly Rare Gold, em 2016 a Adidas também pretende explorar a façanha de Messi. Segundo uma imagem vazada, a marca deve lançar uma edição especial comemorativa da chuteira Messi 15, praticamente inteira branca.

> Ano olímpico, 2016 terá marcas esportivas focadas nos Jogos do Rio

De certa maneira, Adidas e Nike parecem estar se revezando no topo quando o assunto são as conquistas de seus jogadores e times patrocinados. Em 2014, a marca das três listras brilhou na Liga dos Campeões com o Real Madrid e na Copa do Mundo com o duelo entre Alemanha e Argentina na final, enquanto no ano passado os americanos tiveram não apenas a Bola de Ouro com Cristiano Ronaldo, mas também a Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes com o Barcelona.

[[imagem34630]]

E em 2016, o que mais vem por aí?

Apesar da importância inegável da Bola de Ouro, no entanto, a premiação deve ser apenas um aperitivo do que o futebol reserva em 2016 para o mercado de equipamentos esportivos. Se na disputa individual a Adidas levou a melhor com Messi, ao longo do ano a Nike terá uma série de oportunidades para vencer com seus times e seleções.

Nas oitavas de final da Liga dos Campeões, por exemplo, as duas marcas têm seis representantes cada. A Adidas conta com times como Real Madrid, Chelsea e Bayern de Munique e a Nike tem equipes como Barcelona, PSG e Manchester City. Enquanto isso, outras quatro marcas (Jartazi, Kappa, Puma e Umbro) têm apenas um time cada na disputa.

[[imagem34631]]

Também no futebol de seleções, não faltarão oportunidades para as duas empresas disputarem o domínio. No meio do ano, serão disputadas quase simultaneamente, entre junho e julho, a Copa América Centenário e a Eurocopa. Depois, em agosto, é a vez dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.

Em todos os torneios, tanto Adidas quanto Nike serão representadas por equipes com reais chances de serem campeãs. Agora, resta saber se a vitória de Messi na Bola de Ouro foi um sinal de domínio da marca alemã ao longo do ano ou se a Nike conseguirá virar o jogo e terminar 2016 no topo mais uma vez. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here