Ibrahimovic acerta retorno à Nike e deve usar chuteiras da marca até se aposentar

0
170

Depois de nove meses sem patrocinador e usando chuteiras camufladas, o sueco Zlatan Ibrahimovic finalmente acertou um novo contrato com a Nike. Segundo o jornal francês Le Parisien, o novo acordo terá valor de 2,5 milhões de euros (R$ 8,7 milhões) por ano e irá até 2019. Como hoje o atacante tem 33 anos, é provável que este seja seu último contrato de patrocínio antes de se aposentar.

Em outubro do ano passado, Ibrahimovic não aceitou os termos financeiros para renovação de seu contrato, deixando a Nike após oito anos de contrato. Desde então, ele utilizou principalmente chuteiras camufladas da própria Nike, como os modelos Mercurial Vapor e Tiempo, mas também experimentou opções de marcas concorrentes, como a F50 Adizero da Adidas.

Messi ainda pode alcançar Cristiano Ronaldo na artilharia da temporada

Nos últimos meses, foram especuladas negociações do jogador também com New Balance, Puma e Under Armour, mas no fim a marca norte-americana conseguiu reconquistar uma de suas principais estrelas. Assim, o atacante já apareceu usando o modelo Nike Mercurial Vapor da coleção Silver Storm durante treinos na semana passada e na vitória do último domingo contra Montenegro pelas Eliminatórias da Eurocopa 2016, quando marcou dois gols.

[[imagem29228]]

Alguns exemplos deixam clara a importância de Ibrahimovic para a Nike e justificam o investimento feito pela empresa em um atleta já veterano: em 2013, ele dividiu com Neymar o protagonismo no lançamento da chuteira Hypervenom, antes de voltar a usar a Mercurial; em 2014, mesmo com a Suécia fora da Copa do Mundo, foi uma das estrelas dos comerciais "Quem ganha fica" e "O último jogo"; no PSG, time também patrocinado pela Nike, ele é o principal astro e peça fundamental nas ações de marketing.

New Balance apresenta seus modelos de chuteiras para 2015

Em dezembro de 2014, chegou a ser noticiado um acordo do jogador com a marca norueguesa Dressman AS para a criação de uma nova marca e especulou-se que Ibra passaria a fabricar suas próprias chuteiras. Nos meses seguintes, porém, não surgiram novidades sobre a parceria e, agora, o mais provável é que ela produza, no máximo, roupas e calçados casuais.