Com Barcelona e Juventus, Nike domina final da Liga dos Campeões e Adidas aposta tudo em Messi

0

[[imagem28052]]

As semifinais da Liga dos Campeões foram trágicas para a Adidas. Com as eliminações do Bayern de Munique pelo Barcelona e do Real Madrid pela Juventus, a patrocinadora oficial do torneio verá uma decisão entre dois times patrocinados por sua principal rival, a Nike. Assim, a marca alemã apostará todas as suas fichas na final em seu principal garoto propaganda, Lionel Messi.

Ex-Real Madrid, Morata faz gol de empate e coloca Juventus na final

Uma curiosidade sobre a final exclusivamente com times da Nike é que ela foi definida justamente por um jogador patrocinado pela Adidas, Alvaro Morata. Foi ele quem marcou o gol de empate da Juventus contra o Real, dando a vaga para a equipe italiana. Assim, em apenas um lance, o atacante espanhol tirou da decisão sua ex-equipe e sua patrocinadora.

Conheça todos os uniformes atuais de Barcelona e Juventus:

[[galeria]]

Finais disputadas por equipes patrocinadas por uma mesma marca não são tão raras. Isso aconteceu, por exemplo, na temporada 2011-2012, quando a Liga foi decidida por Chelsea e Bayern, ambos da Adidas. No ano anterior, o domínio havia sido da Nike, com Barcelona e Nike. Mesmo assim, sempre que isso acontece, é um pesadelo para a empresa que fica fora da festa.

Bayern vencem, mas dois gols de Neymar garantem Barcelona na final

O cenário de 2015 é especialmente favorável para a empresa norte-americana. Além de vestir os dois finalistas, ela deve aparecer também nos pés da maioria dos jogadores. Considerando-se os times titulares de Barça e Juve nas semifinais, 13 jogadores usam chuteiras da Nike, contra 6 da Adidas e 3 da Puma.

Messi, o salvador da Adidas?

Apesar da grande desvantagem, no entanto, a Adidas tem pelo menos um grande trunfo para brilhar na grande final. É verdade que a Nike tem nomes importantes dos dois lados, como Neymar, Iniesta e Daniel Alves no Barcelona e Tévez, Pogba e Pirlo na Juventus. Mas é a marca alemã que calçará os pés de Messi, com certeza a maior estrela do evento.

Vivendo um dos melhores momentos de sua carreira, o argentino tem sido fundamental no bom desempenho dos últimos meses e pode, em apenas alguns lances, atrair todos os holofotes para si. A esperança da Adidas é de que ele realize, em maior proporção, o que Mario Götze fez na final da Copa do Mundo no ano passado.

[[imagem28059]]

Na ocasião, era a Adidas quem dominava o jogo, já que patrocinava tanto a Alemanha quanto a Argentina e fornecia as chuteiras da maioria dos jogadores em campo, enquanto a Nike vivia sua frustração com a lesão de Neymar e a eliminação do Brasil do Mundial. Contudo, coube a Götze, um dos poucos patrocinados pela marca americana, o gol decisivo. Na época, um pequeno alento para a Nike, já que a exposição do jovem alemão não chega perto da de Messi.

Além do argentino, os outros patrocinados pela Adidas que foram titulares nas semifinais foram Ter Stegen, Jordi Alba, Rakitic e Luis Suárez pelo Barcelona e Morata pela Juventus, sendo esses dois últimos as "esperanças secundárias" caso Messi não brilhe tanto quanto se espera dele.

Exposição oficial minimiza prejuízo

Mesmo sabendo que as camisas da Nike dominarão a noite e mesmo que nenhum de seus jogadores consiga brilhar, a Adidas tem uma boa exposição garantida na final da Liga dos Campeões por ser a patrocinadora do evento. Um dos itens que ajudará para isso será a Adidas Finale Berlin, chamativa bola fluorescente feita pela marca especialmente para a decisão.

Outros itens que mostrarão a marca das três listras serão os uniformes dos árbitros, publicidades estáticas e os prêmios individuais entregues aos melhores jogadores da partida. Com isso, apesar da derrota antecipada para a principal concorrente, a marca alemã garante que "sairá na foto" do evento a ser disputado em sua casa, já que a decisão da Liga dos Campeões, marcada para o dia 6 de junho, acontecerá em Berlim, capital da Alemanha.