Nike domina Liga dos Campeões com cinco times nas quartas de final

0

A conclusão das oitavas de final da Liga dos Campeões deixou um gosto amargo para a Adidas e sensação de dever cumprido para a Nike. Apesar de ser a patrocinadora oficial do torneio, a marca alemã terá presença muito menor que a da rival na próxima fase. Serão cinco times patrocinados pela empresa norte-americana e apenas dois apoiados pelos alemães, além de um vestido pela Warrior.

Uniformes dos oito classificados às quartas de final da Liga dos Campeões:

[[galeria]]

No sorteio dos confrontos das quartas de final, a Nike contará com Atlético de Madrid, Barcelona, Juventus, Monaco e Paris Saint-Germain; a Adidas terá Bayern de Munique e Real Madid; e a Warrior contará com o Porto. Um cenário ainda pior para a Adidas considerando-se o equilíbrio após a fase de grupos, já que a divisão dos 16 classificados às oitavas era de 7 times da Nike, 6 da Adidas, 2 da Puma e 1 da Warrior.

Nike lança nova chuteira de Cristiano Ronaldo provocando a Adidas

Nas oitavas, a única eliminação de um time da Nike diante de um adversário patrocinado pela rival foi a queda do Shakhtar Donetsk diante do Bayern. O outro time da marca eliminado nesta fase foi o Manchester City, mas este caiu diante do Barcelona, também patrocinado pela Nike.

Já a Adidas viu duas de suas equipes perderem para rivais que são da Nike (Bayer Leverkusen contra o Atlético de Madrid e Chelsea contra o PSG), uma perder para um rival da Warrior (Basel contra o Porto) e uma cair em duelo "interno" (o Schalke 04 contra o Real Madrid).

Adidas responde tweet de fã que disse que CR7 é melhor que Messi

O único prejuízo maior que o da Adidas foi o da Puma, que perdeu seus dois representantes, Arsenal e Borussia Dortmund, ambos eliminados por rivais vestidos pela Nike, o Monaco e a Juventus respectivamente. Com isso, a marca vai praticamente desaparecer da principal competição europeia, já que seus principais garotos propaganda – Fàbregas do Chelsea, Reus do Borussia, Agüero do Manchester City e Balotelli do Liverpool – também já não estão mais no torneio.