Assim como Libertadores, Sul-Americana terá marca pequena como campeã

0

A Ponte Preta tem na noite desta quarta-feira, diante do Lanús, a chance de conquistar o primeiro título da sua história. Mas, independente de quem levar o título entre a equipe de Campinas e a da Argentina, a certeza é de que, pela segunda vez no ano, uma marca de pouca tradição no mercado de equipamentos esportivos levantará uma taça continental na América do Sul.

[[galeria]]Em julho, a decisão da Libertadores teve Lupo e Kappa representadas por Atlético-MG e Olimpia do Paraguai, respectivamente. Agora, na Sul-Americana, a Ponte utiliza material fornecido pela empresa brasileira Pulse, enquanto o Lanús veste a marca argentina KDY. Ambas patrocinam apenas uma equipe da primeira divisão em seus países.

Relembre: Representadas por finalistas, Lupo e Kappa ofuscam gigantes na Libertadores

Mais conhecida pela participação no futsal – patrocina tanto a seleção brasileira como a Liga Futsal -, a Pulse pode assim ter a maior exposição de marca de sua história no futebol. Além da comemoração pela parceria na eventual conquista, a marca pode também comemorar a presença na Libertadores 2014, que seria inédita. Resta saber se, em caso de título, a empresa conseguirá atender a demanda dos torcedores pelo uniforme da Macaca.