Balotelli pede a Nike 5 milhões de euros por ano, segundo jornal

0

Que o italiano Mario Balotelli é um jogador midiático, ninguém pode negar. Agora, o quanto o jogador italiano traz de retorno a uma marca esportiva, isso é um aspecto controverso de se medir. De acordo com o jornal Gazzetta dello Sport, o atleta do Milan está tentando negociar um novo acordo de 10 anos com a Nike no valor de 50 milhões de euros (cerca de R$ 153 milhões), ou seja, 5 milhões de euros por ano para o italiano.

LEIA TAMBÉM: Portuguesa lança terceira camisa na cor cinza: "manto de guerreiros"

Apesar de atrair holofotes dentro e fora de campo, Balotelli tem sido uma pedra no sapato da Nike em um aspecto particular. Com o lançamento da Hypervenom, em junho, o conceito de chuteira letal caia como uma luva para o estilo de jogo do italiano.

[[galeria]]No entanto, o "Super Mario" não conseguiu sequer disfarçar seu descontentamento com o uso da chuteira e trocou de modelo no meio de uma partida da Itália, voltando a calçar a CTR, que tem como conceito de venda a chuteira feita para jogadores que controlam o jogo (Iniesta é o garoto-propaganda mundial da linha).

Mesmo com essa "desfeita", Balotelli é um jogador importante para a marca norte-americana e não é a toa que ele pediu esse valor. A Adidas ampliou seu contrato com o Milan até 2023 e seria ótimo ter o italiano como embaixador da marca na equipe. Seria excelente para a Puma também, que veste a seleção italiana.

Em 2010, várias notícias deram conta de que Cristiano Ronaldo havia fechado um contrato com a Nike por 6 milhões de euros anuais. Hoje, o português, que é o nome mais importante da Nike e que em alguns anos pode ter seu reinado substituído por Neymar, deve receber em torno de 8 milhões.