Veja uniformes e equipamentos que Ballack utilizou na carreira

0
102

O alemão Michael Ballack despediu-se do futebol nesta quarta-feira, em um amistoso com amigos dos clubes pelo qual passou, na Red Bull Arena, de Leipizig, na Alemanha. A partida festiva acabou em 4 a 3 para a seleção do mundo em cima da equipe denominada Amigos do Ballack. O jogador aposentado jogou pelas duas equipes e marcou 3 gols.

Durante os 90 minutos, ele foi ovacionado pelos torcedores e, ao final do jogo, houve uma encenação para celebrar Ballack. As luzes se apagaram, ele foi cumprimentado pelos companheiros e chegou a dar uma volta olímpica pelo estádio, com os torcedores aplaudindo em pé. As homenagens deixaram o alemão com os olhos marejados.

OPINIÃO: Transferência para o Barça pode fazer de Neymar o maior astro global da Nike

No decorrer da longa carreira, que começou no Chemnitzer, em 1995, o meia utilizou diversas chuteiras e camisetas. Ballack passou por quatro clubes alemães e um inglês.

Chamou a atenção do Bayer Leverkusen com o futebol apresentado no Kaiserslautern, e em seguida assinou com o gigante Bayern de Munique. Após quatro temporadas, aceitou proposta milionária do Chelsea, e se aposentou dois anos depois de voltar ao Leverkusen.

[[galeria]]

Pela seleção alemã, Ballack fez ainda mais sucesso, com o vice-campeonato mundial de 2002 e europeu de 2008. Foram 98 partidas e 42 gols no time nacional.

Em 2002, Ballack não disputou a final da Copa do Mundo contra o Brasil porque estava suspenso. A seleção de Luiz Felipe Scolari venceu por 2 a 0.  

Carreira:

Chemnitzer (1995-1997), Kaiserslautern (1997-1999), Bayer Leverkusen (1999-2002, 2010-2012), Bayern de Munique (2002-2006), Chelsea (2006-2010)