Os treinadores Europeus que passaram por clubes brasileiros

Os treinadores Europeus que passaram por clubes brasileiro
Os treinadores Europeus que passaram por clubes brasileiro (Reprodução)
publicidade

Hoje vamos relembrar alguns treinadores Europeus que passaram por clubes brasileiros.

Atualmente os treinadores do Velho Continente estão em alta no futebol brasileiro, Abel e Jorge Jesus fizeram com que a procura por treinadores de fora fosse algo desejado.

publicidade

Entretanto, não é de hoje que esse intercâmbio acontece, por isso hoje vamos lembrar de alguns treinadores europeus que passaram pelo Brasil.

Treinadores Europeus que passaram por times brasileiros

Vale ressaltar que boa parte destes treinadores tiveram passagens na primeira metade do século XX, isso se deve devido a guerras dentre outras questões que levaram a imigração de Europeus para o Brasil.

publicidade

Leia mais: Jorge Jesus no Flamengo, após eliminação na Taça de Portugal para o Porto, situação se complica

Assim, vamos a lista:

publicidade
  1. Izidor “Dori” Kürschner – Hungria: Para alguns o treinador foi responsável por trazer o esquema tático ao Brasil, ou seja o Futebol organizado desenhado no Papel. É preciso lembrar que por volta dos anos 40 e 50 a Hungria era uma força no futebol europeu, por isso era comum ver treinadores europeus tão em evidência. 
  2. Béla Guttmann – Hungria: Antes de amaldiçoar o Benfica, Béla teve uma passagem pelo São Paulo, que foi campeão Paulista em 1957, acredita-se que seu time tenha influenciado o esquema tático da Seleção Brasileira campeã de 1958. 
  3. Caetano de Domenico – Itália: Este é um caso de um Italiano erradicado no Brasil, Domenico durante toda sua vida treinou apenas clubes Brasileiros tendo passagens por Santos e Palmeiras. Enquanto o Palmeiras era Palestra Itália Caetano conseguiu se Campeão Paulista com o clube.
  4. Lothar Matthäus – Alemanha: Deixando um pouco de lado as passagens históricas para relembrar das passagens folclóricas, como deixar de lembrar da icônica passagem do ex-jogador da Seleção da Alemanha, que ficou menos de seis meses na Arena da Baixada.
  5. Miguel Ángel Ramírez – Espanha: O Espanhol teve uma passagem relâmpago pelo Internacional em 2021 tendo 22 jogos, com 11 vitórias, 4 empates e 7 derrotas. Mas mesmo assim não poderia de estar na nossa lista.

O que você achou? Siga @guiadoboleirooficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

João Gabriel
João GabrielFormado em Letras: Português e Inglês, é um amante do futebol de todos os cantos do globo e vem se dedicando a expor sua paixão pelo futebol como redator especialista do Guia do Boleiro.
Veja mais ›
Fechar