Após nove jogos sem vencer, Mozart pede demissão do Cruzeiro

publicidade

Após nove jogos sem vitória na Série B, Mozart não é mais técnico do Cruzeiro. O treinador não resistiu a outro tropeço na segunda divisão, desta vez, a equipe mineira empatou contra o Londrina em 2 a 2. 

O duelo no Mineirão, pela 15º rodada do Campeonato Brasileiro, foi a última partida de Mozart a frente do Cruzeiro. O treinador não resistiu a sequência de nove jogos sem vencer, e pediu demissão. A informação foi dada por Rodrigo Pastana, diretor de futebol do Cruzeiro

publicidade

“Venho aqui, infelizmente depois de mais um resultado inesperado. Infelizmente, as coisas não estão andando conforme a grandeza desse clube, nós conversamos com o Mozart, e ele optou pelo pedido de demissão para que a gente possa andar por outro caminho, na busca de um outro profissional para que nós tenhamos melhores resultados.”

Com a saída de Mozart, o Cruzeiro segue na busca por um novo técnico. Vanderlei Luxemburgo, afirmou ter recebido proposta pelo presidente do clube, Sérgio Santos Rodrigues, mas que recusou qualquer tipo de negociação enquanto Mozart estivesse à frente do clube. Luxemburgo era o favorito para assumir o cargo de treinador, em caso de saída de Mozart. 

publicidade

Atualmente, o Cruzeiro ocupa a 16º posição na tabela da Série B. A Raposa soma 13 pontos em 15 jogos disputados. O Cruzeiro não ocupa a zona de rebaixamento no momento, mas até o fim da rodada, o clube mineiro pode entrar no Z4.

O que você achou? Siga @guiadoboleirooficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Whylmys FilhoAspirante a jogador, palpiteiro profissional, comentárista de esquina e especialista em futebol brasileiro e europeu no Guia do Boleiro.
Veja mais ›
Fechar