Corinthians: Edenilson se pronuncia no Instagram após perícia não identificar caso de racismo de Rafael Ramos

Edenilson critica resultado da perícia de sua acusação de racismo
Edenilson critica resultado da perícia de sua acusação de racismo. (Foto: Reprodução)
publicidade

Edenilson se pronunciou através do Instagram sobre o resultado da perícia que alega não ter identificado racismo do jogador do Corinthians, Rafael Ramos.

O volante do Internacional manifestou revolta diante da conclusão da perícia realizada pelo Instituto-Geral de Perícias (IGP), contratado para analisar a denúncia de racismo contra o lateral do Corinthians, Rafael Ramos. 

publicidade

Edenilson se pronuncia sobre perícia de caso de racismo de Rafael Ramos

O resultado da perícia em documento de 40 páginas foi enviado para a 2° Delegacia de Polícia de Porto Alegre
O resultado da perícia foi enviado para a 2° Delegacia de Polícia de Porto Alegre. (Foto: Reprodução)

Como resultado da perícia, o laudo da leitura labial feita pelo IGP afirmou que não foi possível identificar a fala do português Rafael Ramos durante o jogo.

publicidade

Leia também

 Diante da situação, Edenilson realizou ato de protesto em sua página do Instagram, onde acumula quase 500 mil seguidores, adicionando a palavra “macaco”, termo que teria sido utilizado pelo atleta do Corinthians, ao seu nome na rede social. O jogador do Colorado também apagou todas as suas publicações de sua página.

publicidade

Através dos stories, o Edenilson publicou uma foto em que aparece com o punho cerrado e erguido, gesto da luta antirracista. Na imagem o jogador adicionou um “x” em sua boca e escreveu:

“Não iriam nos calar? Já nos calaram. Se ofendidos, aceitem e engulam à seco. Finjam que não escutaram, é uma luta desleal, é uma luta inconclusiva”. 

publicidade

Edenilson denuncia racismo por parte do jogador corinthiano, Rafael Ramos

O caso aconteceu no último dia 14 de maio, no Beira-Rio, durante o empate por 2 a 2 entre Inter e Corinthians, pelo Brasileirão. O meia do Colorado acusa o lateral Rafael Ramos de ter o chamado de “macaco” em meio a dividida de bola entre os atletas. Os jogadores tiveram uma longa discussão que paralisou a partida por minutos. 

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

O resultado da perícia em documento de 40 páginas foi enviado para a 2° Delegacia de Polícia de Porto Alegre, que é responsável pelo caso. 

O que você achou? Siga @guiadoboleirooficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Veja mais ›
Fechar