Steven Gerrard vai comandar rival do Liverpool na Inglaterra

Steven Gerrard abre garrafa de água enquanto senta no banco do Rangers
Steven Gerrard está prestes a comandar um clube da Premier League pela primeira vez. (Foto: Divulgação/Rangers)
publicidade

Após sua aposentadoria em 2017 quando jogava pelo LA Galaxy, Steven Gerrard começou sua carreira de treinador nas categorias de base do Liverpool.  Gerrard fez seus estudos para se tornar treinador entre Fevereiro de 2017 e Maio de 2018 e assumiu como treinador do Rangers FC em junho de 2018.

Gerrard está no comando dos Rangers desde então e tem feito bom progresso com o+ clube, além de quebrar alguns recordes e tabus durante seu tempo. Isto porque, desde a temporada 2010-11, os Rangers não ganhavam um troféu da Liga Escocesa e teve que aguentar o domínio do seu maior rival, Celtic, que ganhou todos os títulos desde então. Até a chegada de Gerrard que, após 3 temporadas com os Rangers, conseguiu quebrar esse tabu e conquistar a liga escocesa na temporada 2020-21.

publicidade

Steven Gerrard atuou como treinador do Rangers durante 1258 dias, liderou a equipe em 192 jogos, e seu recorde de 124 vitórias, 41 empates e 21 derrotas é impressionante para um treinador novo. Seu clube atual é líder da Liga Escocesa, com 4 pontos de vantagem sobre o rival, Celtic. Antes especulado para comandar o Newcastle, Gerrard agora tem chance de comandar outra equipe da Premier League, o Aston Villa.

Leia mais: Wijnaldum fala sobre comparações entre Liverpool e PSG

publicidade

Isto porque, após demissão do antigo treinador, Dean Smith, o Villa pode apontar Gerrard como seu próximo treinador nas próximas 24 horas, de acordo com jornalistas da Inglaterra.

O treinador não deixa de ser uma aposta do clube de Birmingham, mas a péssima fase de 5 derrotas consecutivas na Premier League, que deixa o clube na 16º colocação na Premier League, significou que o clube precisou tomar ação. O Aston Villa investiu pesado na janela de transferências passada, contratando jogadores como Emiliano Buendia, Leon Bailey e Danny Ings, gastando, ao todo, 127 milhões de euros (800 milhões de Reais), mas não tem tido retorno desejado na Premier League, ainda.

publicidade

Leia mais: O clima esquentou para Coutinho no Barcelona

O que você achou? Siga @guiadoboleirooficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Igor Alcoforado Fonsêca- Editor e Redator para o Guia do Boleiro
Igor Fonseca25 anos; Jornalista; Viciado em futebol e games; Passei por Torcedorescom e Vavel Brasil.
Veja mais ›
Fechar