Futebol Mundial: As maiores zicas, mandingas e fila de títulos da história

Béla Guttmman responsável por uma das maiores zicas do futebol mundial
Reprodução
publicidade

No futebol mundial existem algumas zicas e mandigas que as vezes dão certo e as vezes não, hoje nós vamos lembrar de algumas

O Futebol mundial entre outras coisas envolve muito misticismo e superstição. Muitos casos de simpatias entre torcedores, jogadores, treinadores e dirigentes para que seus times tenham êxito. O Caso mais recente foi o de Felipe Luís e Renê e a simpatia contra os atacantes adversários.

publicidade

Entretanto existem outros casos mais sérios em que envolvem a fata de títulos e fazem com que as torcidas enlouqueçam e tentem de tudo para quebrar essa escrita. Vamos relembrar algumas destas histórias mais conhecidas de Zicas, mandigas e fila de títulos.

As zicas da história do futebol mundial

Telê Santana após vencer o Campeonato Brasileiro
Divulgação/SporTv
publicidade

Béla Guttmman e a seca europeia do Benfica: Béla Guttmman foi responsável por levar o Benfica ao bicampeonato da Champions League. Entretanto na renovação de seu contrato ao ter um aumento de salário recusado saiu do Clube dizendo “Esta equipe nunca mais conquistará um título europeu”. Coincidência ou não nas próximas três finais de Champions que disputou foram 3 vices para o Benfica. Assim como na Europa League também foram mais 3 finais com vices.

Atlético Mineiro e a peregrinação de Telê Santana: Telê Santana ao conquistar o título do Brasileiro, teria de pagar uma promessa que havia feito pouco tempo antes. A promessa seria de ir andando de Belo Horizonte até a Igrejinha de Pires em Congonhas do Campo. Entretanto sempre quando Telê tentava cumprir encontrava com alguém que o conhecia e lhe parava. Deste modo Telê acabou não cumprindo a promessa e o Galo nunca mais foi campeão brasileiro.

publicidade

Seleção Argentina e a promessa de 1986: Antes da Copa do Mundo de 1986 o então técnico da Seleção Argentina Carlos Bilardo levou a equipe na Igreja de Tilcara, prometendo que caso ganhassem o título voltariam com a Taça da Copa do Mundo. Entretanto a promessa não foi cumprida e a Argentina nunca mais voltou a ser campeão mundial.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Os sete gatos enterrados no Estádio do Racing: Tudo aconteceu em 1967 quando o Racing venceu o Celtic pela Copa Intercontinental. Esse foi o último título do Racing em 34 anos, tudo porque um grupo de torcedores do Independiente enterrou 7 gatos no estádio El Cilindro. A maldição terminou em 2001 quando um grupo de torcedores conseguiu desenterrar os animais. E no mesmo ano a equipe foi campeã Argentina.

O que você achou? Siga @guiadoboleirooficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
João Gabriel
João GabrielFormado em Letras: Português e Inglês, é um amante do futebol de todos os cantos do globo e vem se dedicando a expor sua paixão pelo futebol como redator especialista do Guia do Boleiro.
Veja mais ›
Fechar