Apos derrota, Cuca responde à torcida do Galo “Posso ser burro”

Após derrota para Botafogo, Cuca rebate críticas da torcida do Atlético-MG. (Foto: Pedro Souza)
Após derrota para Botafogo, Cuca rebate críticas da torcida do Atlético-MG. (Foto: Pedro Souza)
publicidade

Na noite desta segunda-feira (07), o Atlético-MG recebeu o Botafogo no Mineirão pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Diante do seu torcedor, em Belo Horizonte (MG), o Galo acabou perdendo um jogo chave na reta final da temporada.

Sem uma vaga garantida para a Libertadores na temporada de 2023, o time de Cuca segue lutando para estar presente de novo na principal competição entre clubes do futebol sul-americano.

publicidade

No entanto, o baixo desempenho da equipe, principalmente dentro de casa, fez com que torcedores do Atlético-MG perdessem a paciência e cobrassem do treinador, com críticas severas.

Leia também

Cuca rebate críticas de torcedores do Atlético-MG

Após derrota para Botafogo, Cuca rebate críticas da torcida do Atlético-MG. (Foto: Pedro Souza)'
Após derrota para Botafogo, Cuca rebate críticas da torcida do Atlético-MG. (Foto: Pedro Souza)

No Mineirão, durante esta segunda-feira (07), o Atlético-MG perdeu por 2 a 0 para o Botafogo. Em um jogo marcado por polêmicas do VAR, o Galo teve o domínio da partida em grande parte do tempo, mas não conseguiu levar vantagem no marcador.

Jogando no contra-ataque, o Botafogo foi letal e conseguiu definir o placar nos minutos finais da partida. Com os três pontos, o time de Luís Castro segue sonhando com uma vaga na Libertadores.

Já do outro lado, Cuca e os jogadores do Atlético-MG foram hostilizados após a saída do gramado. Sob gritos de “mercenário”, o treinador alvinegro se mostrou inconformado e rebateu as críticas na entrevista coletiva.

“Tá doendo o meu coração, eu tenho 243 jogos pelo Galo é a primeira vez que sou hostilizado, pode me chamar de burro, do que for, mas de mercenário, não. Não voltei para o Atlético por causa de dinheiro”, disse o treinador.

Cuca vai ficar no Atlético-MG em 2023?

Na sequência, Cuca voltou a ser questionado sobre uma possível permanência no time para a temporada que vem e garantiu que não pensa em 2023, apenas nos dois últimos jogos que o Galo tem para buscar a vaga na Libertadores.

“O objetivo não é 2023, é esses dois jogos que faltam, Cuiabá e Corinthians. Momento não é de falar de contratação e saída de jogadores. Tem que levantar esse pessoal porque tem batalha de novo na quinta-feira”, finalizou Cuca.

Avatar photo
Lucas Gervazio23 anos, jornalista durante a maior parte do tempo. Apaixonado por futebol, agora atuando no Guia do Boleiro como o camisa 9 na pelada.
Fechar