Emprestado ao Bragantino, Renan pagou fiança para deixar prisão e valor é o triplo do salário

Emprestado para o Bragantino, Renan responderá em liberdade provisória
Emprestado para o Bragantino, Renan responderá em liberdade provisória - Foto: Vitor Hugo / Rádio 102 FM
publicidade

Na última semana, Renan, zagueiro do Palmeiras que está emprestado ao Red Bull Bragantino, se envolveu em um acidente que ocasionou na morte de um motociclista. Feito isso, o jogador foi preso e, de acordo com a justiça, a fiança atinge o valor de R$242 mil – esta que foi paga um dia após dar entrada na penitenciária. 

No comando do inquérito, o juiz Fábio Camargo analisou a situação do atleta e considerou que o alto salário deveria ter uma relevância e o valor da fiança teria que ser alto. Portanto, a gravidade do crime e a condição econômica é um dos fatores mais importantes pelo alto valor.

De acordo com o portal da TV Globo, Globo Esporte, o salário de Renan é de R$84 mil. Ainda, segundo o site, ele também tem direito a mais R$ 84 mil, dividido em duas parcelas de R$ 42 mil – a primeira já feita em maio e a outra prevista para outubro.

Zagueiro do Bragantino pagou fiança e responderá em liberdade provisória

Renan em jogo pelo Bragantino
Renan em jogo pelo Bragantino – Foto: Divulgação/Bragantino

Na audiência de custódia, realizada no sábado (23), ficou definido o valor a ser pago para ser liberado e que Renan, ao pagar, responderia em liberdade provisória. Dessa forma, o jogador ficará “livre” até a sentença acontecer. Assim, se for inocente poderá seguir a vida, por outro lado, se for condenado será preso imediatamente.

O atleta terá que pagar fiança, no valor de 200 salários mínimos, equivalente a R$ 242 mil, além de ter que comparecer em todos os atos do processo. Ele também foi proibido de frequentar bares e casas de shows. Após isso, Renan está proibido de deixar o país e tem até esta terça-feira (26) para entregar seu passaporte à Polícia Federal.

Envolvido no acidente, o defensor vai responder por homicídio culposo na direção de veículo automotor – quando não há intenção de matar. No momento em que dirigia, Renan não era habilitado, pois havia cometido uma infração grave e, como estava no período provisório da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), perdeu o documento que o permitia conduzir veículos automotores.

Zagueiro terá contrato rescindido

Após o acidente, tanto Palmeiras quanto Bragantino já anunciaram que irão rescindir os contratos com Renan. Dessa forma, o atleta não terá vínculo com nenhuma equipe do futebol brasileiro. Até o momento, o time de Bragança Paulista contava com o zagueiro por empréstimo.

O que você achou? Siga @guiadoboleirooficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Veja mais ›
Fechar