Dia do Amigo: Relembre 5 duplas inseparáveis do Futebol

Bebeto e Romário formaram uma das maiores duplas na Seleção Brasileira
Bebeto e Romário formaram uma das maiores duplas na Seleção Brasileira - Foto: Divulgação/Estadão
publicidade

Para celebrar o Dia do Amigo, que comemora-se em 30 de julho, o Guia do Boleiro traz um artigo pra lá de especial para informar e relembrar as 5 melhores duplas que, sem dúvidas, são inseparáveis na história do futebol.

A data comemorativa foi criada em 1958, fazendo com que pessoas mais próximas possam fortalecer os vínculos e demonstrem que a outra pessoa é importante.

publicidade

Vale lembrar que na maioria dos casos, as duplas são parceiras nos clubes e essa aliança se fortalece no dia a dia. Porém, pode acontecer de, nas seleções, serem rivais. Um dos casos mais emblemáticos nos últimos anos foi a parceria entre Cristiano Ronaldo e Marcelo, no Real Madrid.

Leia também

publicidade

Portanto, relembre as cinco parcerias mais incríveis do futebol.

Duplas que fizeram história em campo

Uma das grandes duplas do futebol europeu, Bergkamp e Henry
Uma das grandes duplas do futebol europeu, Bergkamp e Henry – Foto: Action Images
publicidade

Assim como existem jogadores que são amigos devido a relação nos clubes, podem acontecer fatores que em outras situações a relação se fortaleça ainda mais quando são parceiros de seleção.

Thierry Henry e Dennis Bergkamp

Apresentando um futebol espetacular na “seleção” do Arsenal, o francês Henry e o holandês Bergkamp, com certeza, brilharam os olhos dos torcedores dos Gunners. A dupla foi uma das referências da geração, com a amizade contruída entre o armador Bergkamp e o atacante primoroso Henry, podemos citar que esta foi uma parceria que fez história em campo.

publicidade

Sergio Ramos e Mesut Ozil

Na reta final de suas respectivas carreiras, ninguém duvida que Sérgio Ramos e Ozil são grandes amigos até os dias atuais. Depois da parceria formada no Real Madrid, os atletas sempre se encontravam nos duelos quando as seleções da Espanha e Alemanha duelavam.

Este, realmente, é um dos casos que a amizade vai além do campo, mas que podem ser rivais em seleções.

publicidade

Bebeto e Romário

Quando se fala em duplas brasileiras, é impossível não lembrar de Bebeto e Romário. Se a maioria dos casos são de jogadores parceiros em clubes, esta é completamente diferente. Na Seleção Brasileira deram alegria ao conquistarem o título mundial de 1994, mas no período de clubes não era dessa forma.

Este fato se dá, pois sempre foram rivais nos clubes. No início da carreira, na década de 80, Romário vestia a camisa do Flamengo, enquanto Bebeto a do Vasco da Gama. Após muitos anos de amizade, devido a seleção, a dupla se reencontrou e firmou uma aliança muito forte no rubro-negro carioca, pois, em 1996 Bebeto foi contratado pelo Flamengo.

publicidade

Xabi Alonso e Steven Gerard

Multicampeões no Liverpool, a dupla de volantes dos Reds, Xabi Alonso e Gerard se deram bem e atuaram, juntos, por cinco temporadas. Sendo campeão da Premier League, Xabi chamou atenção do Real Madrid e acabou se transferindo, porém, isso fez com que o exímio cobrador de faltas sentiu a saída.

Em um dos momentos de emoção de Steven Gerard, o volante desabafou dizendo que Xabi Alonso fazia falta no seu dia a dia. “Xabi é o melhor meio-campista com quem joguei. Sinto falta de jogar com ele”, frisou.

publicidade

Cristiano Ronaldo e Marcelo

Com a evolução tecnológica, é possível que a maioria dos amantes do futebol já conhecem a aliança poderosa da amizade entre o português, Cristiano Ronaldo, e o brasileiro, Marcelo. Além da parceria dentro das 4 linhas, a dupla sempre mostrou a conectividade entre os dois nos treinos, viagens ou até em coletivas de imprensa.

Um dos momentos mais memoráveis foi quando Marcelo se enrolou para dar uma resposta e CR7 caiu na gargalhada, atrapalhando ainda mais o lateral.

O que você achou? Siga @guiadoboleirooficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

 

Veja mais ›
Fechar