Conte explicou porque rejeitou o Tottenham anteriormente; Entenda

Conte olhando para o lado com terno quando comandava o Chelsea
Conte deve comandar a equipe na partida diante do Vitesse pela Conference League na próxima quinta(04). (Foto:Divulgação/Twitter)
publicidade

Pouco tempo depois de anunciar demissão de Nuno Espírito Santo, o Tottenham anunciou a contratação de Antonio Conte como novo treinador da equipe nesta terça-feira(02). O italiano estava sem clube desde que deixou a Inter de Milão em maio deste ano. Conte saiu da Inter após conquistar a Serie A Italiana na temporada 2020-21, acabando com uma seca que já durava 10 anos, visto que o último título da Serie A do clube havia sido em 2009-10. Em seu tempo na Itália com a Inter, Conte disputou 102 partidas, vencendo 64, perdendo 15 e empatando 23.

Leia mais: Tottenham demite Nuno e já escolhe seu próximo treinador; Entenda

publicidade

Esta não é a primeira passagem de Conte na Premier League, nem em Londres. Ele comandou o Chelsea de 2016 a 2018. Com os blues, o treinador conquistou a Premier League de 2016-17 e a FA Cup de 2017-18. Ele esteve no cargo por 106 partidas, e saiu vitorioso em 70, perdedor em 21 e empatando 15 desses jogos. Em sua última temporada em Londres, Conte saiu campeão da Copa da Inglaterra, mas terminou apenas em 5º colocado após alto investimento feito na janela de transferências, que viu o clube contratar 10 jogadores, gastando um total de 260 milhões de euros (1 bilhão 779 milhões de Reais).

Agora, ele chega ao Tottenham após, segundo a imprensa estrangeira, rejeitar uma oferta do clube em junho. Conte é conhecido por seu estilo defensivo, muita vezes jogando com 3 zagueiros. Ele chega aos Spurs querendo consertar o recorde defensivo ruim do clube, que sofreu 21 gols em 15 partidas na temporada em todas competições e tem saldo negativo de sete gols na Premier League. Na liga inglesa, sua nova equipe ocupa a 9º colocação após 10 rodadas disputadas.

publicidade

Sobre a não união dos dois em junho, Conte justificou.

“No último verão europeu (junho), nossa união não aconteceu porque o fim do meu relacionamento com a Inter de Milão ainda era muito recente e eu estava envolvido emocionalmente com o final da temporada. Eu senti que não era o momento certo para voltar a treinar uma equipe”, afirmou Conte.

publicidade

Agora no Tottenham, o treinador explicou o que fez ele mudar de ideia dessa vez.

“Mas o entusiasmo mostrado por Daniel Levy querendo confiar em mim essa tarefa me convenceram. Agora que a oportunidade apareceu de novo, eu escolhi aceita-la com convicção”, contou.

publicidade

Como especulado anteriormente, Conte assina um contrato até 2023 com opção para extensão.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Conte já assume a equipe nas partidas contra Vitessena quinta-feira (04) em casa pela UEFA Conference League e no domingo(07) contra o Everton pela Premier League.

O que você achou? Siga @guiadoboleirooficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Igor Alcoforado Fonsêca- Editor e Redator para o Guia do Boleiro
Igor Fonseca25 anos; Jornalista; Viciado em futebol e games; Passei por Torcedorescom e Vavel Brasil.
Veja mais ›
Fechar