Brasileirão: É vantagem ter tantas vagas para competições Internacionais

Brasileirão: É vantagem ter tantas vagas para competições Internacionais
Brasileirão: É vantagem ter tantas vagas para competições Internacionais (Reprodução)
publicidade

Atualmente o Brasileirão pode ganhar mais 3 vagas para a Libertadores da América, entretanto será que isso realmente pode ser uma vantagem.

Nos últimos dias algo que vem sendo bastante comentado é a possibilidade de o Brasil ganhar mais duas vagas para a Libertadores da América, passando de G-6 para um G-9. Entretanto nem tudo são Flores, muitas questões devem ser pensadas, em especial o quanto isso pode afetar o nível técnico da competição.

publicidade

Graças ao desempenho das equipes Brasileiras nas Copas Sul-Americana e Libertadores o Brasil pode ter ao invés de seis, nove vagas para a Copa Libertadores da América no Ano de 2022; Além da vaga destinada ao Campeão da Copa do Brasil. O que significa quase metade do campeonato na competição.

Mas como nem tudo são flores, hoje vamos comentar um pouco a respeito da distribuição de vagas e como esse excesso tem o seu lado negativo para os clubes.

publicidade

O Vai e vem do Brasileirão

Em primeiro lugar o Brasil ao todo tem 12 vagas para competições internacionais, em um campeonato de 20 equipes você ou é rebaixado ou está em alguma competição internacional. Isso tem o seu lado bom, pois equipes medianas conseguem ter a chance de disputar uma competição deste nível. Mas tem seu lado negativo.

Podemos ter como exemplo o Santos que até o último final de semana brigava para não entrar na zona de rebaixamento, o que aconteceu. Mas na quarta-feira (27), venceu o jogo atrasado contra o Fluminense, e saiu da zona da degola; E caso vença esse final de semana a depender dos resultados poderá entrar na Zona de classificação para a Copa Sul-Americana; E se por um caso o Santos acumular uma série de vitórias nesta reta final, poderá se classificar para a Pré-Libertadores.

publicidade

O Vai e vem na tabela é algo muito comum, um time que sai da Zona de Rebaixamento logo pode entrar em uma competição internacional, mesmo sem ter condição de bancar a mesma. Mas entra na zona de classificação para evitar o risco de queda.

Zona Neutra

Hoje em dia ela é tão pequena que poucos clubes se mantem por muito tempo na Zona Neutra, sem se classificar para competições internacionais. Apesar de atualmente só abranger quatro clubes, essa é uma posição bastante interessante para os clubes recém promovidos.

publicidade

Isso porque, uma equipe que recém chegada não teria como arcar com as despesas que envolvem uma competição como Libertadores da América. Até mesmo a Sul-Americana pode sair caro uma vez que as equipes talvez não vão ter tantos fundos para conseguir bancar as viagens e hospedagem. E principalmente elenco para disputar mais de duas competições ao mesmo tempo.

O Brasileirão exige muito dos jogadores e a principal pretensão de uma equipe que retorna da série B ou com pouco recurso é se manter na primeira divisão. Assim, muitos clubes podem acabar não indo muito longe nestas competições que tem seus calendários cada vez mais extensos. Ou avançar nestas competições pode custar muito caro e o preço ser pago no Brasileirão.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Leia Mais: Reunido com Messi, Neymar revela expectativas da dupla no PSG

O que você achou? Siga @guiadoboleirooficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

João Gabriel
João GabrielFormado em Letras: Português e Inglês, é um amante do futebol de todos os cantos do globo e vem se dedicando a expor sua paixão pelo futebol como redator especialista do Guia do Boleiro.
Veja mais ›
Fechar