Campeonato Brasileiro é monopolizado? Entenda melhor

Campeonato Brasileiro é Monopolizado?
Divulgação/GE
publicidade

O Campeonato Brasileiro nos últimos anos passou a ter diversos jogadores valiosos, mas será que esse talento é concentrado?

O Campeonato Brasileiro em especial nesta temporada passou a abrigar diversos jogadores sem contrato ou por empréstimo. Mas será que o Brasileirão está mais forte ou o talento é concentrado em apenas alguns clubes.

publicidade
Brasileirão é monopolizado?
Campeonato Brasileiro é monopolizado? Entenda melhor (Divulgação/Banda B)

Apesar de Renato Augusto no Corinthians, Dani Alves no São Paulo e Diego Costa no Atlético Mineiro. As equipes mais valiosas seguem sendo Flamengo e Palmeiras, bem longe de serem alcançadas.

publicidade

Mas será que a diferença de valores faz com que o Brasileirão esteja mais concentrado em determinadas equipes?

O Campeonato Brasileiro nos últimos anos

Atualmente os elencos mais valiosos do Brasil são respectivamente Flamengo e Palmeiras avaliado em 145 e 140 milhões de Euros, em terceiro lugar vem Atlético Mineiro avaliado em 87 milhões de Euros. Como podemos ver é aproximadamente 55 milhões de Euros entre o primeiro para o terceiro colocado.

publicidade

Essa diferença aumenta quando chegamos ao quinto colocado o Grêmio, que está avaliado em 74 milhões de Euros. O que comprova que de certa forma, o poder de compra está concentrado em basicamente Flamengo e Palmeiras.

Nesta temporada as entradas e saídas estiveram mais democráticas como comentamos anteriormente. Os jogadores livres no mercado europeu foram negociados por outros clubes, que não teriam tanto poder de compra. Mas mesmo com as transações desta temporada o panorama segue o mesmo.

publicidade

Flamengo e Palmeiras ainda possuem os jogadores das temporadas 2019 e 2020. Mas será que isso interfere nos resultados do Brasileirão?

Os investimentos no Campeonato Brasileiro significam resultados
Campeonato Brasileiro é monopolizado? Entenda melhor (Divulgação/Lance)
publicidade

O Brasileirão X altos investimentos

Em primeiro lugar é preciso lembrar que a monopolização de determinados times ou grupos de times é algo comum no mundo do Futebol. La Liga, Campeonato Português e Francês, são apenas alguns exemplos de clubes que basicamente são dominados por dois ou as vezes três clubes.

Ainda existem outros campeonatos mais democráticos como o campeonato Inglês e Italiano. Mas mesmo esses voltam e meia são dominados por um determinado clube, basta lembrar da hegemonia da Juventus entre 2011 á 2020, ou o domínio do Manchester United na Premier League de 2007 á 2013.

publicidade

Isso tudo só mostra o quanto cada campeonato pode ser monopolizado por um clube aqui no Brasil, por exemplo. Se analisarmos desde 2016 Flamengo e Palmeiras quase sempre figuram no G-4. Vez ou outra algum dos times deixam de estar entre os primeiros, ou não eram campeões. Nos últimos cinco anos, Palmeiras e Flamengo conquistaram quatro títulos e dois vices, sendo dois títulos e um vice para cada equipe.

Veja também: O que é o Troféu Osmar Santos oferecido a melhor equipe do 1º turno?

publicidade

Portanto, podemos ver que o investimento é algo comum e faz com que os times alcancem os títulos com maior facilidade. Em algumas vezes os times podem não alcançar o campeonato por opção de investir em outras competições. Mas mesmo assim com um elenco de alto nível, esses clubes têm mais opções para disputar mais de uma competição, basta lembrar do Flamengo em 2019.

Entretanto, isso não faz com que o Brasileirão seja previsível, basta ver a edição atual onde Fortaleza e Bragantino figuram na terceira e quarta posição, fazendo frente para os principais candidatos ao título. Isso só mostra que o investimento é apenas uma parte do futebol, afinal quantas vezes um time de menor expressão conseguiu faturar um campeonato basta lembrar do Leicester em 2016.

O que você achou? Siga @guiadoboleirooficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

João Gabriel
João GabrielFormado em Letras: Português e Inglês, é um amante do futebol de todos os cantos do globo e vem se dedicando a expor sua paixão pelo futebol como redator especialista do Guia do Boleiro.
Veja mais ›
Fechar