Domínio Brasileiro na Libertadores preocupa representantes do torneio

Domínio Brasileiro incomoda
Divulgação/EBC
publicidade

Com dois campeões nas duas últimas edições e prestes a ter 4 clubes nas semifinais Conmebol se preocupa com domínio brasileiro na Libertadores!

Segundo o Colunista do UOL Mauricio Rizzo, o Conselho se reuniu para analisar a situação atual da Libertadores que pode pela primeira vez ter quatro clubes do mesmo país em uma semifinal. O intuito é que a previsibilidade do torneio faça com que patrocinadores debandem e por isso, novas mudanças podem acontecer na disputa do torneio.

publicidade
Domínio Brasileiro na Libertadores preocupa representantes do torneio
Domínio Brasileiro na Libertadores preocupa representantes do torneio (Créditos: Conmebol)

A edição de 2021 da Libertadores da América pode pelo segundo ano consecutivo ter uma final entre dois brasileiros. Isso porque de um lado há uma chave com Flamengo praticamente classificado após vencer por 4 a 1 o Olímpia no Paraguai; E o Fluminense que empatou por 2 a  2 com o Barcelona de Guayaquil. Enquanto na outra chave temos São Paulo X Palmeiras que empataram o jogo de Ida por 1 a 1; E o Atlético Mineiro que venceu por 1 a 0 o River Plate na Argentina.

publicidade

Ao que todo indica é muito provável que haja uma final com ao menos um brasileiro, o que gera muita preocupação por parte dos cartolas da Conmebol. A preocupação é que um domínio brasileiro possa significar que o torneio possa ser mais previsível e menos atrativo. Gerando assim menos cotas e menos interesse.

A solução mais plausível apresentada, porém menos atraente seria a diminuição de participantes por parte de Brasileiros e Argentinos. O que é descartado uma vez que o formato atual com 47 clubes foi adotado exatamente para conseguir atrair mais investidores. Mas qual pode ser a solução para acabar com o domínio brasileiro na Competição?

publicidade

Leia mais: Barcelona oferece Philippe Coutinho a clube italiano

Entendendo o domínio brasileiro e Argentino

A realidade é que há um domínio entre Brasil e Argentina na história do Torneio, com algumas participações do Uruguai. Ao todo a Argentina possui 25 títulos da Libertadores, o Brasil 20 e Uruguai 8. Se contarmos com os Vices ao todo apenas em 4 edições Brasil, Argentina e Uruguai não estiveram presentes foram elas 1989, 1990, 1991 e 2015.

publicidade

Desde 2000 quando o formato atual da Libertadores da América com mais participantes passou a entrar em vigor houve um domínio muito maior de Brasileiros e Argentinos. Ao todo apenas em 4 edições não houve um campeão de um dos países foi em 2002 Olímpia, 2004 Once Caldas, 2007 LDU e 2015 Atlético Nacional.

O que mostra o quão dominante são esse dois países na competição, mas a preocupação não é com relação ao domínio Brasil X Argentina. Mas sim que nas últimas três edições apenas clubes destes dois países chegaram a fase final. A última vez que um clube de fora chegou em uma semifinal foi o Barcelona de Guayaquil em 2016. O que significa menos interesse por parte dos investidores.

publicidade

Mas com a redução de participantes inviável a Conmebol terá muito trabalho para agradar a todos.

No passado

Até 1987 a Libertadores tinha um regulamento que de certa forma inviabilizava a concentração de um mesmo país na fase final. Com esse formato após a fase de grupos haviam dois triangulares para se definir os finalistas, e além disso, haviam apenas 2 ou 3 representantes por país, o que reduziria a chance de um domínio por parte de um país, uma vez que eles, os clubes caiam nos mesmos grupos.

publicidade

A partir de 1988 a Libertadores passou a ter o formato como conhecemos, mas continuou colocando equipes do mesmo país se encontrando entre as oitavas ou quartas de final. Entretanto, quando a competição passou a ter mais clubes, essas práticas passaram a ser inviáveis.

Em 2007 a Conmebol ainda criou um regulamento onde clubes de um mesmo país se encontravam até as semifinais.  Porém, em 2017 essa regra foi abolida e atualmente com 47 equipes se torna inviável fazer com que equipes do mesmo país não se encontrassem.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

E apesar da reclamação dos cartolas a respeito do domínio brasileiro, uma redução de clubes neste momento seria inviável.

O que você achou? Siga @guiadoboleirooficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

João Gabriel
João GabrielFormado em Letras: Português e Inglês, é um amante do futebol de todos os cantos do globo e vem se dedicando a expor sua paixão pelo futebol como redator especialista do Guia do Boleiro.
Veja mais ›
Fechar