Ponte Preta pioneira na inclusão do negro no Futebol

Ponte Preta pioneira no combate ao racismo
Reprodução/Fabecook
publicidade

Na última quinta-feira (11) a Ponte Preta completou 121 anos vamos relembrar a principal marca da equipe para o Futebol Brasileiro, a democracia racial

A Ponte Preta completa 121 anos sendo o Clube mais velho em atividade initerrupta. Ao longo da sua história a Macaca teve poucas conquistas na sua sala de troféus, mas a maior conquista que a Ponte conseguiu foi em favor da democracia racial.

publicidade

Isso porque a Ponte Preta foi um dos primeiros clubes no Início do século XX a aceitar negros no elenco do seu time, sendo fundado por Miguel do Carmo que é reconhecido hoje como o primeiro negro a jogar em clube de Futebol.

Muito se discute sobre quem foi o primeiro de fato a aceitar um negro em um time, por muitos anos sendo atribuído ao Bangu como primeiro clube, e o Vasco como o primeiro clube a ter uma grande conquista com jogadores negros. Entretanto o Bangu foi o primeiro a admitir um jogador negro e a Ponte Preta foi o primeiro clube a ter um negro em seu elenco.

publicidade

A Ponte era reconhecida por dar oportunidade aos negros que não eram aceitos em outras equipes. Assim como o Bangu, a Ponte Preta era um clube de bairro suburbano, composto por funcionários de uma ferrovia, e a proximidade com os imigrantes permitiu que o time fosse cada vez mais interracial. Mas essa inclusão gerou muita hostilidade por parte dos adversários que os apelidavam de Macaca (Mascote do time até os dias de hoje).

Muitos historiadores apontam que o preconceito só começou a diminuir nos anos 30 quando ocorreu a profissionalização do Futebol. E principalmente quando jogadores como Leônidas Silva e Ademir da Guia começaram a fazer sucesso é que o preconceito começou a diminuir, ou se mascarar.

O que você achou? Siga @guiadoboleirooficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
João Gabriel
João GabrielFormado em Letras: Português e Inglês, é um amante do futebol de todos os cantos do globo e vem se dedicando a expor sua paixão pelo futebol como redator especialista do Guia do Boleiro.
Veja mais ›
Fechar