Anvisa informa ao Corinthians que Willian está proibido de jogar contra o Atlético Goianiense

publicidade

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), comunicou neste sábado que Willian, atacante do Corinthians, está impossibilitado de atuar contra o Atlético Goianiense neste domingo (12). O jogo válido pela 20º rodada do Campeonato Brasileiro acontece às 18h15 (horário de Brasília), no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia. A proibição se dá pelo atleta ter chegado recentemente no Brasil, vindo do Reino Unido, Willian deverá cumprir um isolamento de 14 dias para poder atuar pelo Corinthians.

Anvisa informa ao Corinthians que Willian está proibido de jogar contra o Atlético Goianiense (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
publicidade

“Neste sábado (11/09), a Anvisa emitiu ofício à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e ao Sport Club Corinthians Paulista, advertindo que o jogador assinou o TCSV (Termo de Controle Sanitário do Viajante) junto à Anvisa e está impedido de participar de atividades como treinos e partidas de futebol, devendo cumprir o auto isolamento, sob pena de responsabilização civil, administrativa e penal”, informou a Anvisa em nota oficial

Segundo o empresário do atacante Willian, o jogador do Corinthians não havia sido informado pela Anvisa ou por qualquer outro órgão do poder público sobre a necessidade de cumprir a quarentena. Apesar da declaração do staff, Willian assinou o TCSV no dia 1º de setembro, se comprometendo a cumprir a quarentena de 14 dias antes de re-estrear com a camisa do Corinthians.

publicidade

Desde sua chegada ao Corinthians, Willian participou normalmente das atividades do clube, incluindo o evento realizado no dia do aniversário do clube paulista. Relacionado para o confronto contra o Atlético Goianiense, inclusive deveria ser titular na equipe do técnico Sylvinho.

Leia mais sobre o Timão: Jogo polêmico, Atlético Goianiense e Corinthians empatam pelo Brasileirão

publicidade

O Corinthians ainda não se pronunciou sobre a proibição da Anvisa, mesmo após a nota, o clube acionou o departamento jurídico, mantendo sua programação para a partida de amanhã.

“A Anvisa considera a situação como sendo de risco sanitário grave e espera a atuação pelas autoridades de saúde locais, a fim de que adotem as medidas de fiscalização necessárias, determinando a imediata quarentena do jogador.

Destaca-se que, por se tratar de cidadão brasileiro, a atuação para a observância e acompanhamento do isolamento deve ser realizada pela autoridade local de saúde (secretaria estadual ou municipal), inclusive para o acionamento de autoridades policiais, caso necessário”

O que você achou? Siga @guiadoboleirooficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Whylmys FilhoAspirante a jogador, palpiteiro profissional, comentárista de esquina e especialista em futebol brasileiro e europeu no Guia do Boleiro.
Veja mais ›
Fechar