Renato Gaúcho fez milagre no Flamengo? Ou apenas acertou erros?

publicidade

Renato Gaúcho vem sendo aclamado pela torcida por realizar um trabalho fora de série. Mas Renato Gaúcho fez milagre no Flamengo ou apenas deu sequência a um caminho pisado?

Neste domingo (02), o Flamengo venceu o Corinthians na Neo Química Arena por 3 a 1. O que surpreendeu a todos foi o domínio do Flamengo no jogo, que por muitos momentos teve a oportunidade de ampliar mais ainda o placar. Essa é a sexta partida do Flamengo sob o comando de Renato, sendo seis vitórias com quatro goleadas, um início de trabalho que nem mesmo Jorge Jesus conseguiu realizar. Mas Renato fez realmente um milagre no Flamengo? Ou deu continuidade em um trabalho que vem desde 2019.

publicidade
Renato Gaúcho fez milagre no Flamengo? Ou apenas acertou erros?
Renato Gaúcho fez milagre no Flamengo? Ou apenas acertou erros? (Imagem do Google)

Viralizou nas redes sociais um comparativo entre os inícios de Jorge Jesus, Domenec Torrent, Rogério Ceni e Renato Gaúcho. Mas é preciso entender o que foi o início de cada um e o até mesmo suas propostas de jogo. Pois, é preciso lembrar que existe um trabalho que vem desde 2015 para uma reformulação do Flamengo, mas vamos apenas analisar desde Jorge Jesus para não nos alongar.

publicidade

Vamos relembrar um pouco dos trabalhos de seus antecessores e entender um pouco melhor a dinâmica do time do Flamengo. Tudo isso para compreender o que fez Renato Gaúcho e o Flamengo chegar onde estão no momento.

O Flamengo de Renato Gaúcho e seus antecessores

Jorge Jesus foi de fato um pioneiro, apesar de não ser o primeiro gringo a treinar o Flamengo, Reinaldo Rueda já havia feito um trabalho considerável. Mas, o Flamengo já tinha um grande time montado que não dava resultados no papel. Vale destacar que o Flamengo era Vice da Copa do Brasil e do Brasileiro de 2018, e mais a Copa Sul-Americana de 2017.

publicidade

Ou seja, a base já era de uma equipe que estava acostumada a disputar títulos, e Jesus chega no momento da paralisação da Copa América de 2019, o que ofereceu um período para treinamentos e até mesmo alguma prática.

Jorge Jesus era um treinador metódico, que chegou em um país que era muito atrasado em relação ao modo de jogar futebol. Ele surpreendeu em colocar um time ofensivo jogando para frente, apesar de metódico Jesus já tinha alguma prática de muitos anos. Isso fez a diferença na forma de Jesus aplicar tudo o que ele queria e gostaria.

publicidade

Leia mais: Novela de Corinthians e Roger Guedes ganha mais um capítulo

Já no Caso de Domenec, ele tentou dar a sua cara para o time, tentou propor uma outra forma de jogar futebol, e tanto defender quanto atacar. Isso fez com que o time se perdesse um pouco do futebol de Jorge Jesus, mas é preciso lembrar que no tempo de Domenec, ele teve muitos jogadores lesionados, os casos mais lembrados são de Gabigol e Rogério Ceni, além de eventualmente haver algumas convocações.

publicidade

Assim como Domenec Rogério teve os velhos problemas, apesar de que com o Rogério o Flamengo voltou a jogar mais ofensivo. Entretanto, é preciso lembrar que nesse momento tiveram muitas convocações, Gabigol e Everton Ribeiro já estavam firmes na seleção. Isso de certa forma atrapalhou o trabalho de Rogério, mas tanto Rogério quanto Torrent, sofreram muitos gols e foram goleados em algumas ocasiões. Isso principalmente com Torrent foi decisivo.

publicidade

As vantagens do Flamengo

Mas é preciso lembrar que mesmo com os problemas defensivos e com resultados ruins, é preciso lembrar o que deu certo neste período. O time do Flamengo era um time que conseguia ter uma sequência de vitórias, tanto que o Flamengo foi Campeão Brasileiro e Carioca, além da Supercopa do Brasil. Isso nos mostra que o Flamengo é um  time que conquistava resultados.

O time desde Rogério Ceni, marcava alto, tinha posse de bola e criava oportunidades (embora por muitas vezes não arriscasse de fora da área). O problema era que o time sempre dava a impressão de que constantemente precisava de ajustes.

publicidade

Renato Gaúcho conseguiu acertar o time, fazer mudanças necessárias, até mesmo dar mais confiança ao time. Ter um time já preparado, foi fundamental para conseguir realizar ajustes em curto prazo. Ele merece todos os méritos, pois é muito difícil fazer um time engrenar um time em tão pouco tempo. Renato é um treinador ofensivo, que joga como o Flamengo sabe jogar.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Entretanto, é preciso compreender que já existiu um trabalho de muito tempo realizado no Flamengo.

O que você achou? Siga @guiadoboleirooficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

João Gabriel
João GabrielFormado em Letras: Português e Inglês, é um amante do futebol de todos os cantos do globo e vem se dedicando a expor sua paixão pelo futebol como redator especialista do Guia do Boleiro.
Veja mais ›
Fechar