De Romário à Neymar: Os artilheiros do Brasil na história das Olimpíadas

publicidade

Vamos relembrar um pouco de alguns dos artilheiros do Brasil nas Olimpíadas desde as edições de 1984 de Romário à Neymar e de Bebeto à Leandro Damião.

O Futebol Olímpico brasileiro levou muito tempo para que de fato fosse levado à serio. As seleções olímpicas de fato passaram a ter mais valor após o quarto lugar em 1976. Antes disso a seleção brasileira muitas vezes era composta por combinados de alguns clubes e alguns jogadores menos prestigiados. Até hoje os clubes ainda resistem um pouco a liberar seus atletas, o caso mais em evidencia, foi o Flamengo que não liberou o Pedro para as Olimpíadas de Tóquio.

publicidade
De Romário à Neymar: Os artilheiros do Brasil na história das Olimpíadas
De Romário à Neymar: Os artilheiros do Brasil na história das Olimpíadas (Foto: Imagem do Google)

Tendo isso em mente, aqui iremos apenas apresentar os artilheiros da seleção brasileira a partir de 1984, a primeira campanha de destaque do Brasil. Nesta edição a seleção teve sua primeira campanha de destaque ficando com a medalha de prata.

publicidade

Os artilheiros do Brasil nas Olimpíadas a partir de 1984

Gilmar – 4 gols – 1984

Gilmar Popoca teve uma carreira marcada pela medalha de prata vencida em 1984, Gilmar era visto por muitos como o cérebro da equipe. Teve uma passagem marcante pelo Flamengo sendo campeão Brasileiro, também teve passagens por Botafogo, Vitória e São Paulo.

Romário – 7 gols – 1988

Romário é até hoje conhecido como um dos heróis do tetra, neste momento ele ainda era uma revelação do Vasco. Para muitos a seleção de 88 foi a mais promissora sendo o elenco base de 1994, Romário nesta competição já mostrava que seria um dos principais jogadores do Brasil. O Baixinho terminou a competição sendo artilheiro do brasil e da competição

publicidade

Bebeto – 6 gols – 1996

Presente no elenco de 1988, Bebeto teve seu melhor momento na campanha do bronze sendo artilheiro da competição. Mas o desempenho negativo da seleção acabou apagando a boa atenção do atacante, que foi mais um dos destaques do tetra. Ele é o maior artilheiro do Brasil na história das Olimpíadas.

Leandro Damião – 6 gols – 2012

Leandro Damião despontou com tudo por volta de 2010 no internacional como um centroavante clássico, mas as lesões fizeram com que sua carreira tivesse menos destaque. Entretanto, nessas olimpíadas o atacante fez uma boa competição terminando  como artilheiro.

publicidade

Leia mais: O futebol feminino está sujeito as zebras como o futebol masculino?

Neymar – 4 gols – 2016

E como no título já diz, de Romário à Neymar, o novo artilheiro conseguiu o maior feito de sua carreira quando liderou a seleção brasileira na conquista da medalha de ouro. Com quatro gols, Neymar foi o artilheiro do Brasil com quatro gols e vice artilheiro da competição.

publicidade

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Outros artilheiros do Brasil em Olímpiadas

Alguns nomes podem ter ficado de fora da nossa lista, assim como algumas edições. Isso aconteceu porque em 1992 e 2004 a seleção brasileira não se classificou para os jogos. E em 2000 os artilheiros do Brasil foram Edu e Alex com 2 gols e 2008 foram Diego, Jô, Ronaldinho e Rafael Sóbis com 2 gols.

O que você achou? Siga @guiadoboleirooficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
João Gabriel
João GabrielFormado em Letras: Português e Inglês, é um amante do futebol de todos os cantos do globo e vem se dedicando a expor sua paixão pelo futebol como redator especialista do Guia do Boleiro.
Veja mais ›
Fechar