23h24 11/12/2015
Despedida de Rogério Ceni tem gol de pênalti, atuação na linha e tributo a campeões do mundo pelo São Paulo

Após mais de 1200 jogos e 131 gols, acabou. Rogério Ceni se despediu oficialmente dos gramados em partida festiva no estádio do Morumbi na qual o time dos tricampeões mundiais pelo São Paulo em 2005 venceu por 5 a 3 a equipe dos bicampeões de 1992-1993. Em meio à festa o M1To, claro, deixou sua marca, fazendo de pênalti o último gol da partida.

> Conheça as camisetas do Guia do Boleiro em homenagem a Rogério Ceni

Antes do apito inicial para a partida no Morumbi, cada um dos jogadores e ex-jogadores convidados para participar da festa tiveram seus títulos enumerados pelo locutor do estádio e entraram individualmente no gramado. Após a entrada de nomes como Raí, Zetti, Cafu, Lugano, Mineiro e Aloísio Chulapa, foi a vez de Ceni entrar em campo e ser ovacionado pela primeira vez na noite.

Quando a bola rolou, rapidamente o time dos campeões mundias de 2005 demonstrou que a diferença de preparo físico faria muita diferença caso o jogo fosse levado a sério durante todos os 90 minutos. Assim, em menos de dois minutos o placar já marcava 2 a 0, com gols marcados por Amoroso e Aloísio Chulapa.

Aos três minutos, o jogo foi interrompido para um minuto de silêncio em homenagem a Juvenal Juvêncio, ex-presidente do São Paulo que faleceu na última quarta-feira. Quando a bola voltou a rolar, o time de 1992-1993 diminuiu com Cafu.

Depois de 30 minutos de jogo, o M1TO deixou o campo dando lugar para Bosco no gol do time de 2005, mas imediatamente voltou para jogar na linha. Ainda no primeiro tempo, os tricampeões do mundo aumentaram para 3 a 1 com Josué e para 4 a 1 com Thiago Ribeiro. Pouco antes do intervalo, o primeiro pênalti foi marcado, mas quem bateu foi outro goleiro, Zetti, diminuindo para 4 a 2.

Ao sair do gol para jogar na linha, Rogério passou a faixa de capitão para Lugano. Reforço para 2016?
Foto: Reprodução/Twitter

No intervalo, Rogério Ceni deixou o campo e, por alguns momentos, dividiu o palco com Ira!, tocando o sucesso "Envelheço na cidade". Na volta do jogo, Cafu chegou a diminuir para 4 a 3. E, pouco antes do apito final, finalmente a torcida pôde comemorar o último gol de Ceni no Morumbi. Após pênalti sofrido por Amoroso, o camisa 01 cobrou e marcou, fechando o placar em 5 a 3.

Após o final do jogo, Rogério discursou agradecendo à torcida, dirigentes e funcionários do São Paulo, mas especialmente aos ex-jogadores do clube, dizendo para os torcedores que "cada um desses caras é responsável pelas três estrelas vermelhas que vocês levam na camisa", referindo-se aos títulos mundiais. 



publicidade

publicidade

publicidade



últimas notícias

veja todas as notícias

publicidade

publicidade

publicidade