Essa especial do Guia do Boleiro traz todas as camisas da Copa 2018. Aqui você conhece os 64 uniformes que as 32 seleções vão utilizar no Mundial de Futebol da Rússia, que se inicia no dia 14 de junho, com o jogo de estreia entre a dona da casa Rússia e a Arábia Saudita.

Nesta especial com todas as camisas da Copa do Mundo de 2018, vamos trazer além das imagens dos uniformes, algumas curiosidades sobre eles, qual o domínio de cada marca esportiva e as táticas e padrões de design que elas utilizaram para confeccionar esses uniformes, que acabam virando um item de vestuário importantíssimo para muitos torcedores.

Como tem sido uma tônica das últimos Mundiais de Futebol, Adidas e Nike têm uma supremacia gritante perante as outras empresas, e mais uma vez a marca alemã superou a concorrente estadunidense. A Adidas veste 12 seleções da Copa do Mundo de Futebol de 2018, enquanto a Nike é parceira de 10 equipes, entre elas a única pentacampeã, o Brasil. (clique na foto abaixo para que a galeria abra em tela cheia)

Muito mais abaixo, vem a Puma com quatro times e amargando duramente até agora a desclassificação da tetracampeã Itália. Em quarto lugar, vem a New Balance com a Costa Rica e Panamá. Umbro, com Peru; Hummel, vestindo a Dinamarca; Erréa, com Islândia; e Uhlsport, parceira da Tunísia, completam o quadro de marcas esportivas vestindo a Copa.

Neste ano, as camisas da Copa de 2018 ganharam uma atenção maior das empresas, como não seria diferente, e cada uma adotou um critério particular de abordagem. A Nike utilizou o padrão do efeito de design riscadinho nos ombros dos uniformes, mas também trouxe desenhos bastante únicos para várias seleções, como as estrelas em marca d’água na camisa 2 da seleção brasileira ou nas impressões de patas na camisa 2 da Coreia do Sul.

Já as camisas da Adidas para a Copa 2018 apostaram no clássico e na simbologia dos melhores momentos das seleções nas últimas décadas. A camisa verde da Alemanha (a reserva) é uma reinterpretação da famosa camisa verde usada pela equipe liderada por Lothar Matthäus na famosa semi-final da Copa de 1990, em jogo contra a Inglaterra. Já a camisa da Argentina é inspirada no uniforme 93, quando a seleção hermana conquistou a Copa América.

A Puma adotou novamente um design de grandes marcas d’água ao centro de suas camisas do Mundial da Rússia, como o monumento Sol de Atlántida na camisa do Uruguai ou o grande leão no uniforme de Senegal, animal presente no escudo da seleção africana.

Para completar essa especial com todas as camisas da Copa do Mundo de 2018, as marcas restantes respeitaram suas tradições de design, como a Umbro que permaneceu no clássico, ou aproveitaram para tentar se destacar com designs únicos e bem marcantes, como a italiana Erreà na camisa reserva da Islândia, que traz mangas com cores que dão a impressão de variar com a movimentação, usando uma ilusão de ótica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here