Under Armour quer renegociar valor com São Paulo, e parceria pode acabar

0
195

Com problemas para manter os acordos da parceria com o São Paulo, a fornecedora de uniformes do time tricolor, Under Armour, quer renegociar os valores pagos ao time do Morumbi. As informações são do site Globo Esporte. O imbróglio acontece quando há poucos dias vazou a terceira camisa do São Paulo 2017-18.

A UA tem parceria com o São Paulo até dezembro de 2019 e gostaria de diminuir os valores combinados em 2014 com o acerto do vínculo. O Tricolor, por sua vez, quer que o acordo seja mantido ou que seja paga a multa rescisória, um assunto que vem sendo desenrolado desde maio. A resolução sobre o assunto deve acontecer nas próximas semanas.

A marca estadunidense estaria com dificuldades de cumprir o acordo de acordo com o momento de crise no País e estaria alegando que o momento do Brasil em 2014 (Copa do Mundo, entre outros aspectos) foi decisivo para o acerto dos valores.

Nos últimos meses, a Under Armour teria pago uma dívida de R$ 6 milhões ao São Paulo, mas o time do Morumbi enxerga que existem outros valores a receber de 2016 e 2017. O São Paulo recebe cerca de R$ 15 milhões anuais da UA, mais os benefícios em materiais esportivos.

Para romper o acordo, a UA estaria disposta a pagar R$ 16 milhões, mas o São Paulo gostaria de ganhar R$ 24 milhões. Caso as duas partes cheguem em um consenso de que a parceria deva ser encerrada, a UA teria de pagar uma multa rescisória e garantir o fornecimento de uniforme até o acerto com uma nova marca por parte do São Paulo.