Seleção da França já teria começado a negociar com fornecedoras de uniforme

0

A federação francesa de futebol já começou a falar, por meio de seu presidente Noël Le Graët, que começou a negociar e a falar sobre quem será sua nova fornecedora de uniformes. O mandatário da FFF deu entrevista e deixou aberta a possibilidade para outras marcas assumirem o lugar atualmente ocupado pela Nike, que tem vínculo com a federação até 2018.

“Esta negociação é mais complicada, porque há apenas dois ou três grandes fornecedores em todo o mundo. O contrato que assinamos em 2009 (com a Nike) foi o melhor do mundo, mas a Alemanha agora tem o melhor, com Adidas (€ 50 milhões por ano) .Estamos felizes com a Nike, e a Nike está satisfeita com a gente. Depois disso, vem a questão do dinheiro. Vamos discutir isso antes da abertura para propostas das marcas”, disse o presidente Noël Le Graët, em entrevista ao jornal L'Equipe.

Apesar de mostrar em seu discurso que dá certa prioridade para a Nike, algumas rádios francesas dão informações de que estão sendo estudadas negociações com outras marcas. A Radio Monte Carlo diz que Adidas e Under Armour vão tentar assumir a seleção francesa. Uma outra estação, a rádio RTL, acrescenta que até a New Balance está na jogada.[[imagem39785]]

A Nike paga atualmente 45 milhões de euros para a federação francesa e ainda está entre os maiores acordos financeiros entre uma marca esportiva e uma seleção. Vale lembrar que a marca de Oregon sempre vem dando prioridade para a França desde que começou a vestir a equipe. Em 2012, por exemplo, acionou oficiais da Guarda Republicana francesa para participarem de uma cerimônia de apresentação do novo uniforme da seleção. [[imagem39788]]