Puma culpa produção incorreta no episódio das camisas rasgadas da Suíça

0
91

[[imagem37547]]Na partida da Suíça contra a França no último domingo, um fato chamou bastante a atenção de todo o mundo: as camisas de Embolo, Mehmedi e Xhaka foram rasgadas com facilidade durante o jogo. Diante dessa questão, a Puma tratou de divulgar um comunicado em que explica as razões desse imbróglio e culpa etapas incorretas na produção dos uniformes como causa.

“A nossa análise da camisa titular da Suíça do jogo de domingo mostra que houve um lote de material em que os fios foram danificados durante o processo de produção, levando a um enfraquecimento da peça final. Isso pode acontecer quando a combinação de calor, pressão e tempo não é adequadamente controlada no processo de fabricação. A camisa é feita com uma mistura de elastano e poliéster. O material defeituoso foi utilizado em apenas um número limitado de camisas titulares da seleção suíça”, esclareceu o comunicado oficial da Puma. Leia a íntegra aqui. [[imagem37548]]

Em complemento à explicação, a Puma aproveitou para defender que todas as federações confirmaram que eles nunca tiveram quaisquer problemas e estão muito felizes com a qualidade, funcionalidade e design de suas camisas.". As camisas da seleção suíça são feitas na Turquia. A Puma finalizou o comunicado com um pedido de desculpas para a seleção.

Em entrevista ao jornal inglês The Mirror, o atacante Shaqiri, patrocinado pela Nike, brincou com a situação e disse “espero que a Puma não fabrique camisinhas”, declaração que chamou ainda mais atenção sobre o fato. O curioso é que na mesma partida, em uma dividida forte, uma bola oficial da competição, da Adidas, estourou e teve de trocada. [[imagem37549]]

Siga o Guia do Boleiro no Twitter e no Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here