Conheça as diferenças entre camisas de jogo, réplica e torcedor da Nike

0

[[imagem36043]] O site Footyheadlines separou uma matéria muito bacana que aborda as diferenças técnicas, tecnológicas, de design e de preço entre as camisas da Nike versões Vapor Match, Stadium e Tee (dispostas da esquerda para a direita na imagem acima), disponíveis para venda ao consumidor e que, no Brasil, poderíamos traduzir para edições de camisas da Nike jogo, torcedor e réplica. Vale destacar que, depois de algumas observações dos leitores, ampliamos as explicações deste texto para um detalhamento maior das diferenças.

Batman X Superman. Under Armour “entra” no duelo com pares de chuteiras

Na semana passada, a Nike realizou o evento Innovation Summit, que mostrou novidades tecnológicas da marca. Nela, a empresa de Oregon exibiu a nova tecnologia AeroSwift para uniformes, que deixa a camisa mais elástica e ventilada, entre outros aspectos. Essa tecnologia está disponível na versão jogo de camisa (Vapor Match), a mesma utilizada pelos jogadores em campo.

Segundo texto de divulgação da Nike, essa nova tecnologia Aeroswift Vapor deixa os uniformes 10% mais leves e 50% mais flexíveis. As peças utilizam um novo fio texturizado, de alta performance, que afasta o suor da pele 20% mais rápido do que kits anteriores. Além disso, o tecido seca 25% mais rápido. Tanto a camisa quanto o short foram construídos usando um novo processo de costura que integra tramas simples e duplas, aumentando a ventilação, flexibilidade e aprimorando o caimento e ajuste das peças. [[imagem36045]]

Já a camisa Nike Stadium é feita para os torcedores e tem algumas diferenças para a edição top de linha. A principal alteração é no material, que, ao invés de utilizar a nova tecnologia Aeroswift, traz o Dri-fit, a tecnologia que vinha sendo utilizada pela Nike até então. O Dri-fit é um tecido sintético que mistura microfibra e poliéster e foi feito para deixar os atletas mais secos e confortáveis, segundo texto da Nike. 

Por último, a camisa Nike Tee é baseada em camisetas convencionais da Nike, mas também chegam a custar metade da versão Stadium.

Uniformes da seleção brasileira mantém shorts azuis e brancos

Essas três versões de camisa estarão disponíveis para as seleções de Brasil, Inglaterra, França, Holanda, Portugal e Estados Unidos. A versão Vapor Match tem preço sugerido lá fora de 140 euros (R$ 566). A Stadium sai por 85 euros (R$ 343). E a Tee fica por 30 euros (R$ 121). Resta saber se, no Brasil, a marca vai disponibilizar as três versões e quanto estará cada uma.

As camisas de Austrália e Noruega, por exemplo, que não estão entre as seleções mais importantes vestidas pela Nike, foram apresentadas na versão intermediária.

Siga o Guia do Boleiro no Twitter e no Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here