Chuteira Nike Hypervenom Transform muda de cor com o calor do jogo

0

Se você é daqueles que acha que as marcas esportivas não têm mais o que inventar em relação ao visual das chuteiras, pode mudar de ideia. A Nike acaba de lançar a edição de despedida da primeira geração da chuteira Hypervenom, usada por Neymar, e o modelo tem uma inovação impressionante: inicialmente preto, ele muda de cor quando exposto ao calor, ganhando um padrão alaranjado, como se estivesse pegando fogo.

Veja também: Nike lança 1ª coleção de chuteiras exclusiva para mulheres

À primeira vista, a Nike Hypervenom Phantom Transform parece uma chuteira quase totalmente preta (similar à versão "blecaute" do recém-lançado Nike Academy Pack). No entanto, à medida que absorve o calor vindo do pé do atleta, o cabedal se transforma e revela a estampa laranja. Quando o jogador tira o calçado, rapidamente ele volta à cor original.

Confira a transformação de cor da Nike Hypervenom Transform:

[[video28086]]

Lançada com o slogan "When the heat is on, show your true colours" ("Quando o calor vier, mostre suas cores verdadeiras", em tradução livre), a nova Hypervenom tem como objetivo, segundo a Nike, ser tão imprevisível como os jogadores que a usam, "atacantes que confundem o adversário, capazes de se mover em qualquer direção".

{Para comprar a Nike Hypervenom Transform, clique aqui}

Além da inédita inovação da mudança de cor com o calor, a chuteira tem como outras características visuais o Swoosh (logotipo da Nike) presente apenas com um contorno prateado, o desenho de uma aranha na região do calcanhar e sola preta com travas laranjas.

Chuteira de 99 gramas da Adidas deve ter nova remessa com várias cores

No material de divulgação da Nike (como o vídeo acima), o efeito da mudança de cor é realmente impressionante. Agora, resta saber se em campo ele acontecerá exatamente da mesma maneira. Caso isso aconteça, os técnicos terão mais uma maneira de saber se seus jogadores estão se dedicando ao máximo.

[[galeria]]

A Hypervenom Transform é a edição (limitadíssima) de despedida da primeira geração da chuteira. Apenas 560 pares serão vendidos em todo o mundo e, no Brasil, 24 pares estão disponíveis pelo Nike.com, com preço de R$ 1499,90.

{Para comprar a Nike Hypervenom Transform, clique aqui}

O modelo Hypervenom foi lançado em 2013, pouco antes da Copa das Confederações, com o slogan "A new breed of attack" ("Uma nova espécie de ataque") e, nos últimos dois anos teve como principais garotos propaganda jogadores como Neymar, Rooney e Lewandowski. A Nike não divulgou se a edição Transform será usada por algum deles em jogos oficiais.

Nova geração terá opção com cano alto e versão exclusiva para Neymar

Com o lançamento oficial da última edição da Hypervenom I, cresce ainda mais a expectativa para a apresentação da nova geração da chuteira, prevista para acontecer daqui a uma semana, no dia 21 de maio. Nessa nova versão, cujas imagens vazadas já foram divulgadas pelo Guia do Boleiro desde novembro do ano passado, a Hypervenom estará disponível tanto no modelo tradicional quanto na opção com cano alto.

A introdução do Dynamic Fit Collar no modelo usado por Neymar segue a tendência iniciada pela Nike com a chuteira Magista Obra, a primeira do mundo a ter cano alto, e seguida com a Mercurial Superfly. Nos últimos meses, o italiano Icardi foi um dos primeiros jogadores a treinar com um protótipo da Hypervenom cano alto, seguido pelo próprio Neymar.

[[imagem28087]]

O brasileiro, no entanto, deve ter um modelo criado exclusivamente para ele, com cano um pouco mais baixo do que aquele que será vendido ao público em geral e disponibilizado para a maioria dos jogadores patrocinados pela Nike. A mesma coisa acontece com Cristiano Ronaldo, que tem uma versão personalizada da Mercurial Superfly.

A primeira versão da Hypervenom II terá o cabedal prioritariamente cinza, como já mostrado em imagens vazadas. Mesmo assim, o modelo não será nada discreto, já que terá na sola o mesmo padrão de cores da Hypervenom Transform depois de "esquentada". Ou seja, um padrão quente nas cores preto e laranja. Na manhã desta quinta-feira, o nigeriano Jordan Ibe, do Liverpool, foi o primeiro jogador a aparecer usando o modelo sem ser um protótipo camuflado.

[[imagem28088]]