New Balance fecha com a Costa Rica e continua expansão

0
90

Oficialmente de volta ao mercado do futebol desde janeiro, a New Balance continua aumentando seu portifólio de equipes patrocinadas. Uma semana depois de anunciar o Panamá como sua primeira seleção, a marca já tem um segundo time nacional para vestir: a Costa Rica, maior surpresa da Copa do Mundo de 2014.

New Balance fecha com o Panamá seu primeiro patrocínio a uma seleção

No Mundial disputado no Brasil, a equipe da América Central era considerada a grande zebra no grupo da morte, que também tinha as seleções campeãs do mundo de Inglaterra, Itália e Uruguai. Apesar disso, a Costa Rica conseguiu ter a melhor campanha da primeira fase e só foi eliminada pela Holanda nos pênaltis, caindo nas quartas de final sem ter perdido nenhum jogo.

A grande campanha fez com que a antiga fornecedora Lotto tivesse até dificuldade de atender a demanda pelos uniformes do time e, recentemente, especulações davam conta de que até as gigantes Adidas e Nike estariam interessadas em patrocinar a federação local. A queda de braço, porém, foi mesmo vencida pela NB. A duração de contrato e os valores envolvidos na negociação não foram revelados, mas o que se sabe é que a empresa teve de pagar à Lotto a multa determinada pela cláusula de rescisão de contrato, já que a parceria com a empresa italiana tinha duração até a Copa de 2018.

Veja também: New Balance lança sua primeira propaganda em 2015

Agora, a New Balance pretende explorar a imagem da Costa Rica na Copa Ouro (torneio de seleções da Concacaf que será disputado em julho no Canadá e nos Estados Unidos) e nas eliminatórias para o Mundial da Rússia. Atualmente, a seleção centro-americana é a 13ª no ranking da Fifa, bem à frente de seus rivais locais México (21º) e Estados Unidos (32º). 

[[imagem26853]]