Pesquisa interna motiva Adidas a ajudar na saída de Messi do Barcelona

0
58

A cada dia, as especulações sobre o futuro do craque Lionel Messi ganham novos episódios. E uma informação divulgada nesta sexta-feira pelo jornal AS indica que um personagem de peso, a Adidas, patrocinadora do argentino, pode ter participação cada vez maior nessa "novela".

Sozinho, Messi vale mais que os elencos de 15 times do Campeonato Espanhol

Segundo a publicação, um informe interno da empresa alemã confirmaria a possibilidade de ajudar a bancar a saída do atacante do Barcelona para jogar em um time patrocinado pela marca. A justifica para esse posicionamento, por sua vez, seria uma pesquisa segundo a qual apenas 30% das pessoas relacionam Messi à Adidas. Os outros 70% pensam que o jogador tem contrato com a Nike, marca rival e patrocinadora do Barcelona.

Os executivos da empresa entendem que essa identificação com a marca rival é uma simples consequência do fato de Messi ter conquistado muito mais títulos com a camisa do clube catalão do que jogando pela Argentina, também patrocinada pela Adidas. E isso estaria afetando negativamente os resultados de venda globais, o que justificaria um alto gasto para tirá-lo do Barça. Um gasto que provavelmente se pagaria rapidamente.

Adidas homenageia cidade natal de Messi e lança chuteira Mirosar10

Caso a Adidas realmente resolva "subsidiar" a transferência de Messi, os dois favoritos a recebê-lo já são bem conhecidos: o Chelsea, que já veste a marca há anos, e o Manchester United, que será patrocinado por ela a partir da temporada 2015/2016. No entanto, algumas especulações recentes chegaram até a cogitar a ida do jogador para o rival Real Madrid, onde faria uma dupla histórica com Cristiano Ronaldo, ou no Bayern de Munique, onde reencontraria o técnico Pep Guardiola.

[[galeria]]

Plano B: tirar o Barcelona da Nike

Todas essas especulaçõs, porém, de nada adiantam se um outro aspecto não for resolvido: o desejo de Messi. Em todas as suas últimas entrevistas, ele reafirmou a vontade de permanecer atuando com a camisa do Barça, onde está desde o início da carreira. Com isso, a Adidas teria outra opção para tentar dissociar a imagem do craque da rival Nike.

A alternativa seria aproveitar a insatisfação do clube com a marca norte-americana e tentar substituí-la como fornecedora de uniformes. Barcelona e Nike têm contrato até junho de 2018, mas a diretoria catalã considera que os valores estão defasados e por isso quer renegociá-los.

Atualmente, o time recebe 30 milhões de euros por ano da Nike (sem contar a comissão por cada camisa vendida), enquanto o novo contrato da Adidas com o Manchester United será de 75 milhões de libras anuais. Para assumir as camisas do time, os alemães estariam dispostos a pagar a multa pelo rompimento de contrato com a Nike e ainda oferecer um contrato de 60 milhões de euros por ano