Bahia troca Nike por Penalty e estreia novo uniforme com vitória

0

O Bahia anunciou neste domingo a Penalty como sua nova fornecedora de materiais esportivos e já estreou o novo uniforme titular na vitória contra o Grêmio, por 1 a 0, na Arena Fonte Nova.

LEIA: Brasileiro cria uniformes do América (MEX) em homenagem a Bolaños

A estreia da roupa “da sorte” recolocou o Bahia na luta pela permanência na Série A. O time baiano jogou com a camisa principal de cor majoritária branca e com listras horizontais azuis e vermelha passando pelo escudo.

O uniforme reserva também já foi apresentado e preserva a tradição do listrado tricolor. O clube informou que o acordo com a Penalty é válido por 4 anos e pagará o dobro do patricado pela Nike (cerca de R$ 4 milhões anuais).

Além disso, o clube tricolor diz que a Penalty foi uma melhor escolha pela “presença de uma fábrica no Estado (em Itajuípe) e um enxoval de produtos pensados especificamente para o Bahia, sem modelos já utilizados por outros times ou material que não seja de primeiro escalão na empresa.” [[galeria]]

Esse texto mostra o descontentamento do clube baiano com a Nike, principalmente por essa falta de atenção da marca norte-americana junto ao time. A Penalty volta a vestir o Bahia, depois uma parceria de setembro de 1995 a dezembro de 2004, e os rumores da chegada da marca brasileira ao time tricolor já eram fortes nas últimas semanas.

“Independentemente da situação na tabela, o contrato com a antiga fornecedora se encerrou ontem (sábado). Além disso, se não lançássemos nestas duas últimas rodadas, as próximas partidas só acontecerão em fevereiro e o clube sofreria prejuízo, perdendo o período de compras natalinas”, analisou o diretor de negócios interino do Bahia, Lênin Franco.