Flamengo pode ter nova estrela na camisa, mas tema é polêmico. Entenda

0
208

O torcedor do Flamengo pode, em breve, ter mais um motivo de orgulho imortalizado como uma estrela na camisa. Mas a nova homenagem não seria a nenhum feito do time de futebol. A ideia, defendida por um membro da Comissão de Uniformes do clube, é que a segunda estrela entre como referência ao título mundial de basquete conquistado em setembro diante do Maccabi Tel Aviv.

[[imagem21099]]

Atualmente, a única estrela no uniforme flamenguista é em referência ao título do Mundial Interclubes de futebol conquistado por Zico e companhia em 1981 no Japão. Autor da sugestão de incluir a segunda estrela, o conselheiro Eduardo Vinícius de Souza tem como intenção valorizar o feito histórico de uma modalidade olímpica, até porque atualmente os uniformes de todas as modalidades levam a estrela conquistada pelo futebol.

Diretor executivo de esportes olímpicos, Marcelo Vido já afirmou torcer pela aprovação da nova estrela. "Seria um reconhecimento bacana e de muito merecimento. Estamos ansiosos", afirmou. A decisão, porém, só virá depois de uma votação no Conselho Deliberativo do clube. A última reunião aconteceu na terça-feira, mas o assunto ficou fora da pauta.

Embora não seja muito comum, existem exemplos de estrelas em camisas de times de futebol que têm como motivação conquistas de outras modalidades. No escudo do São Paulo, por exemplo, as três estrelas vermelhas são referentes aos títulos Mundiais Interclubes de futebol, mas as duas amarelas são até mais antigas e dizem respeito ao bicampeonato olímpico de Adhemar Ferreira da Silva no salto triplo em 1952 e 1956.