Adidas e Nike fazem balanço de suas atuações na Copa do Mundo

0

Grandes rivais e maiores atuantes no mercado futebolístico, as marcas esportivas Adidas e Nike divulgaram nesta semana um balanço sobre como cada uma atuou e recebeu de repercussão nesta Copa do Mundo de 2014.

As duas empresas divulgaram os números dos desempenhos de seus produtos, jogadores e times patrocinados e do engajamento obtido em suas diferentes redes sociais. Confira abaixo as informações divulgadas por cada uma das duas marcas: [[imagem18480]]

Nike – a marca norte-americana comemorou o fato de o gol decisivo da Copa ter saído de um atleta patrocinado pela empresa, o alemão Mario Götze, e de sua maior aposta em produtos, a chuteira Magista. Além disso, destacou que outro atletas parceiro da marca quebrou o recorde de gols marcados numa Copa, Miroslav Klose com 16 gols. Ressaltou também o fato de seus jogadores terem balançado as redes 76 vezes, em um total de 171 no Mundial.

A empresa de Oregon também lembrou que foi a marca com maior número de equipes patrocinadas, 10 (Adidas teve nove; e Puma, oito), e com 53% dos atletas patrocinados no torneio.

Com relação ao engajamento nas redes sociais, a empresa norte-americana celebrou o sucesso da campanha #RiskEverything (Arrisque Tudo). Segundo informações da empresa, os três filmes RiskEverything (Arrisque Tudo), Winner Stays (O Vencedor Fica) e The Last Game (O Último Jogo) alcançaram juntos a marca de 397 milhões de visualizações até o momento. Além disso, a página Nike Football nas diferentes redes sociais ganhou 6,2 milhões de novos seguidores, o que resulta em 78,8 milhões de base para a Nike Futebol.

[[imagem18481]] Adidas – a marca alemã também comemora seus números e diz ter assegurado “vitória dentro e fora do campo”, referindo-se ao time da Alemanha como campeão e ao sucesso de seus produtos como patrocinadora do evento.

Com relação à performance de seus patrocinados, foi destacado pela Adidas:

– Os dois times finalistas vestem a marca: Argentina e Alemanha
– Melhor jogador: Messi
– Artilheiro: James Rodriguez
– Melhor goleiro: Manuel Neuer
– Maior numero de assistências: Juan Cuadrado
– Time Fair Play: Colômbia
– Seleção do torneio pela FIFA com 8 jogadores Adidas entre os 11

Além dos times e jogadores, a marca alemã exaltou o sucesso de seus produtos. Com relação à linha de chuteiras chamada Battle Pack, informou que o modelo Adizero F-50 foi a chuteira que mais marcou gols na competição, com 46. Além disso, entre os artilheiros, três deles usavam esse modelo: James, com 6; Müller, com 5; e Messi com 4. Ainda sobre a chuteira, informações da empresa dizem que ela foi o modelo mais citado do Mundial no Twitter, com mais de 257 mil menções.

A Brazuca foi outro motivo de orgulho da marca das três listras, pois igualou o recorde de gols da Copa da França em Mundiais (171 gols) e não sofreu críticas, como a Jabulani, além de ter sido elogiada em testes executados por órgãos de avaliações como Nasa, Proteste, entre outros.

Fora do campo, a Brazuca também “bateu um bolão”, pois foi aberto um perfil Brazuca no Twitter no ano passado e ele chegou a uma base de 2,98 milhões de seguidores.

Além disso, a Adidas divulgou os seguintes números:

– Marca mais falada da Copa, com 1,59 milhões de citações
– Aumento de 5,8 milhões nas principais redes sociais
– Marca mais vista no Youtube, com mais de 38 milhões de visualizações no período da Copa
– Hashtag de uma marca esportiva mais usada no Mundial (#allin), com 975 mil inserções