Jogador do São Paulo é o primeiro a usar a Mercurial cano alto

0

Pouca gente percebeu, mas a chuteira Nike Flyknit Mercurial Superfly IV, modelo de cano alto recém-apresentado pela marca norte-americana, foi a campo em um jogo oficial pela primeira vez no último fim de semana. E isso aconteceu no clássico entre São Paulo e Corinthians pelo Brasileirão. O responsável pela estreia foi o uruguaio Álvaro Pereira.

Mercurial Flyknit x Magista: Compare as duas chuteiras de cano alto da Nike

Ainda não foi, porém, uma estreia oficial. O lateral-esquerdo do São Paulo utilizou um modelo camuflado, inteiramente pintado de preto. Não se sabe ao certo se o atleta é ou não patrocinado pela marca norte-americana. Tudo leva a crer que sim. No entanto, atletas que não são parceiros de uma marca costumam descaracterizar uma chuteira para não fazerem propaganda gratuita, como Fred vinha fazendo há anos até acertar acordo com a Adidas antes da Copa das Confederações em 2013.

Pode ser também que o lateral seja um patrocinado da marca e sua aparição ontem foi uma jogada de marketing da Nike para atrair atenção para o modelo que ainda não está à venda. A previsão é de que a chuteira só seja apresentada aos gramados em jogos oficiais a partir do dia 12 de junho, quando alguns dos maiores astros do futebol mundial a utilizarão na Copa do Mundo.

Veja também: As chuteiras dos jogadores da seleção brasileira na Copa 2014

Durante a transmissão do clássico paulista pela TV já era possível observar que os pés do jogador tinham algo de diferente. Restava, porém, uma dúvida. O modelo camuflado de cano alto usado por Álvaro Pereira seria a Mercurial ou a Nike Magista, outro modelo de cano alto que será usado na Copa? A análise de algumas fotografias, porém, não deixou dúvida, como pode ser conferido na galeria abaixo.

[[galeria]]

Por enquanto, não foi registrada a presença da Mercurial de cano alto (nem da Magista) em jogos oficiais em nenhum outro lugar do mundo. Cristiano Ronaldo, Ribery e Willian, alguns dos principais craques que vão usar o modelo, não entraram em campo neste fim de semana. Outros jogadores, como Modric e Aubameyang, usaram o modelo normal da Mercurial.

Chuteiras pretas brilharam no clássico paulista

Curiosamente, a chuteira de Álvaro Pereira não era a única inteiramente preta em campo durante o empate entre São Paulo e Corinthians na Arena Barueri. Luis Fabiano e Ganso, responsáveis pelo gol de empate tricolor, também usavam essa cor. O atacante usou a versão atual da Mercurial que, apesar de estar camuflada, pôde ser reconhecida pela sola. Já o meia usou a versão "de luto" da CTR360, modelo da Nike que sairá de linha e está se despedindo dos gramados.