Torcedores corintianos e palmeirenses trocam acusações de plágio de camisa

0
149

Desde que uma versão da suposta terceira camisa do Corinthians para 2014 circulou nesta quinta-feira (o Guia do Boleiro já havia dado essa notícia em maio do ano passado), os torcedores do Corinthians e do Palmeiras trocam acusações de que um clube copiou do outro as ideias para camisa.

Nesta quinta-feira, diante da imagem da camisa amarela que circulou nas mídias sociais, os torcedores palmeirenses prontamente se manifestaram alegando que o clube alvinegro copiou a ideia da atual terceira camisa amarela do Verdão, a “Pátria Amada Palmeiras”.

{Veja ofertas de saldo de ano novo em produtos de futebol clicando aqui}[[galeria]]Já os corintianos rebatem dizendo justamente o contrário: que o time do Parque São Jorge já tinha a ideia de fazer essa camisa no ano passado e que o clube rival pegou a ideia e lançou a camisa primeiro.

LEIA TAMBÉM: Veja camisas de clubes, chuteiras e bolas que homenageiam a Copa e o Brasil

Para apimentar ainda mais a polêmica, em novembro de 2013, circulou uma notícia que a Nike havia pressionado a CBF para entrar em contato com o Palmeiras pedindo a suspensão das camisas amarelas, alegando que a roupa fazia uma cópia do uniforme da seleção e que a marca norte-americana tinha propriedade exclusiva no uso da imagem do time canarinho.

O ano de 2013 contou com diversos lançamentos de camisas que homenageiam a seleção brasileira. A Adidas aproveitou a ideia e fez também para o Olympique de Marseille uma camisa que reverenciava o time canarinho. Além da marca alemã, a Umbro fez para os seus clubes patrocinados no Brasil, como Atlético-MG e Chapecoense, camisas que aproveitavam o design de 1994, quando a seleção era patrocinada pela marca inglesa.

Diante de tudo isso, não é novidade para ninguém que os uniformes de clubes de futebol, principalmente as terceiras camisas, sofrem bastante com as alterações de cores e que diversas vezes fogem das tonalidades tradicionais do time. Além disso e para a tristeza dos torcedores mais clássicos, os uniformes que fogem do design padrão de um clube são, na maioria das vezes, recordes de venda.