Corinthians lança terceira camisa azul em alusão a amistoso em que representou seleção brasileira

0

O Corinthians apresentou nesta quinta-feira seu novo terceiro uniforme. A camisa de cor azul, que foge das tonalidades tradicionais do time paulista, se refere a um amistoso em que o clube do Parque São Jorge representou a seleção brasileira, disputado em 1965 contra o Arsenal, da Inglaterra.

No evento de apresentação em São Paulo, os jogadores Romarinho e Alexandre Pato foram os responsáveis por apresentar o novo terceiro manto. O ex-jogador e ídolo da torcida alvinegra Rivelino também esteve presente.

Conheça a página especial do Corinthians e navegue pela barra de arquivo de uniformes

Apesar da cor inusitada, a camisa tem detalhes que exaltam a tradição do Corinthians, como a manga nas cores preta e branca e um selo na região da etiqueta com a inscrição És do Brasil o clube mais brasileiro, trecho do hino do clube.

Ainda fazendo conexão com o episódio de 1965, o selo tem a bandeira do Brasil em preto e branco com o ano dentro do círculo e a data do amistoso, 16 de novembro de 1965. A partida teve o placar de 2 a 0 para o Arsenal em duelo disputado em Londres.

LEIA TAMBÉM: Puma lança luva de goleiro com zona para limpar suor na testa

Com cores que fogem bastante à tradição do Corinthians, a Nike e o clube sempre lançam terceiras camisas bem diferentes, como a de cor roxa, a de cruz roxa e preta e a de cor bordô, que tinha uma imagem de São Jorge, padroeiro do time alvinegro.

A estreia do novo uniforme vai acontecer neste domingo, contra o Bahia, em Salvador-BA. A camisa tem a sua pré-venda pelo oficial do clube e estará à venda nas lojas de todo o Brasil a partir desta segunda-feira (08), em duas versões: uma idêntica a dos jogadores, ao preço sugerido de R$ 299,90, e uma para torcedores, com preço sugerido de R$ 199,90.

No mês de abril, uma foto de uma possível terceira camisa do Corinthians vazou na internet, e nesta quarta-feira, um dia antes do lançamento oficial, a Nike publicou duas imagens do manto.

[[galeria]]

HOMENAGEM

Além de homenagear Rivelino, o Corinthians também lembrou de outros dois personagens essenciais da sua história: o roupeiro Seu Miranda e a torcida.

Seu Miranda está há 49 anos no clube de Parque São Jorge. Trabalhou ao lado de Rivelino em 1965 e de Alexandre Pato, contratado em janeiro deste ano. Ele é responsável por deixar roupas, chuteiras e os outros equipamentos esportivos em ordem. "É uma satisfação imensa (receber a homenagem)", comemorou.

"Ele está ali 24 horas,  vive para nós, para o Corinthians", acrescentou Pato. Romarinho foi mais direto ao ponto. "Ele é um monstro", disse, arrancando risadas. "É um exemplo e gosta de brincar com a gente". 

Seis torcedores do Corinthians que se destacaram no programa Fiel Torcedor também foram lembrados.